Prêmio Itaú-UNICEF reconhece 32 iniciativas brasileiras de educação integral

O reconhecimento valida e reforça que a parceria entre ONG e escola pública é um caminho para a transformação, a garantia de direitos e o enfrentamento das desigualdades.

O Prêmio Itaú-UNICEF finalizou, nesta quarta-feira (20), em São Paulo, a etapa de premiações regionais de escolas e organizações da sociedade civil que desenvolvem iniciativas de educação integral de crianças e adolescentes em todo o Brasil. Ao todo, foram homenageados 32 projetos, nas categorias micro, pequeno, médio e grande porte. Os grandes homenageados nacionais serão conhecidos no próximo dia 26 de novembro, no Auditório do Ibirapuera, também em São Paulo.

Com o tema Educação Integral: aprendizagem que transforma, o Prêmio Itaú-UNICEF valida e reforça que a parceria entre ONG e escola pública é um caminho para a transformação, a garantia de direitos e para o enfrentamento das desigualdades. Essa é uma iniciativa da Fundação Itaú Social e do Fundo da ONU para a Infância (UNICEF), com a coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec).

“Cada criança e cada adolescente precisam de muitos espaços para aprender e desenvolver suas habilidades. Essas escolas e organizações homenageadas com o Prêmio Itaú-UNICEF estão provando que é possível articular atores, espaços e saberes e promover o desenvolvimento integral de meninas e meninos. Mais do que isso, elas estão mostrando como é possível construir uma escola não para as crianças, mas das crianças, das famílias, das comunidades”, explica o chefe da área de Educação do UNICEF no Brasil, Marcelo Mazzoli.