Prefeitura de São Paulo assina acordo para implementar Programa Embaixadores da Juventude

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania do Município de São Paulo assinaram na sexta-feira (29) acordo de financiamento para implementar o Programa Embaixadores da Juventude no ano que vem.

A iniciativa tem o objetivo principal de aperfeiçoar capacidades de liderança, engajamento social e relacionamento interpessoal para garantir a melhor representação da juventude brasileira em espaços nacionais e internacionais de diálogo e tomada de decisão.

Participantes de edições anteriores do programa Embaixadores da Juventude. Foto: UNODC

Participantes de edições anteriores do programa Embaixadores da Juventude. Foto: UNODC

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) e a Secretaria Municipal de Direitos Humanos e Cidadania do Município de São Paulo (SMDHC) assinaram na sexta-feira (29) acordo de financiamento para implementar o Programa Embaixadores da Juventude no ano que vem.

A iniciativa tem o objetivo principal de aperfeiçoar capacidades de liderança, engajamento social e relacionamento interpessoal para garantir a melhor representação da juventude brasileira em espaços nacionais e internacionais de diálogo e tomada de decisão.

O documento foi assinado por Kristian Hölge, oficial sênior do UNODC, e por Marisa Fortunato, secretária adjunta da SMDHC.

Para Rodrigo Araujo, ponto-focal do UNODC para programas de juventude, a aproximação entre os setores público e privado pode levar ao fortalecimento da capacidade de agência da juventude brasileira.

“A partir de agora, UNODC, Instituto Caixa Seguradora e SMDHC juntam esforços importantes para promover a Agenda 2030, a autonomia e a representatividade jovens em fóruns nacionais e internacionais”, destacou.

Segundo Marisa Fortunato, “o programa é de grande importância para o segmento jovem paulistano, que ainda carece de iniciativas de articulação em redes para promover a sensibilização de pautas comuns e a inclusão de pessoas em contextos de vulnerabilidade – como pessoas com deficiência e refugiados”, afirmou.

Também estiveram presentes na cerimônia Débora Goldveig, assessora especial da Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência; representação da vereadora Soninha Francine, cuja emenda parlamentar possibilitou o acordo entre as partes; técnicos da SMDHC e do UNODC e participantes de edições anteriores do programa.

Programa Embaixadores da Juventude

Desde sua primeira edição, em 2016, o Instituto Caixa Seguradora tem sido o principal parceiro das Nações Unidas na condução e no financiamento do Programa Embaixadores da Juventude.

O UNODC já implementou quatro edições do Curso de Formação do Programa em Brasília (DF), Salvador (BA) e Belém (PA), capacitando 100 jovens dessas regiões e de outras partes do Brasil.

A cada edição, 25 jovens entre 18 e 25 anos e com perfil de impacto social participam de um processo de imersão de 30 horas e são capacitados para atuar como mobilizadores comunitários e porta-vozes da Agenda 2030. Agendas fundamentais para a promoção dos ODS compõem o currículo de formação do Programa.

A rede de jovens tem ganhado notoriedade na atuação de seus membros em agendas sociais, políticas e de empreendedorismo, além da representação coletiva em espaços nacionais e internacionais estratégicos.

Desde 2016, jovens beneficiados pelo programa participam em Nova Iorque do Fórum da Juventude, o mais importante fórum político das Nações Unidas dedicado a discutir ações e políticas.