Portal reúne dados sobre investimento em infraestrutura na América Latina

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

INFRALATAM é o portal lançado pela Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) apresentando, incialmente, dados de investimento em infraestrutura de 15 países da região, incluindo Brasil.

 

INFRALATAM

 

 

A Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL), o Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF) e o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) lançaram nesta terça-feira (30) o portal INFRALATAM, que apresenta dados de investimento em infraestrutura dos países da região.

A iniciativa conjunta, que busca medir e promover análises de investimentos no setor, apresenta, numa primeira fase, dados de 15 países da região para o período 2008-2013: Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia, Costa Rica, El Salvador, Guatemala, Honduras, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru e Uruguai.

INFRALATAM reúne o registro de dados anuais e inclui investimentos do setor público e privado destinado a aquisição de ativos de infraestrutura econômica (água e saneamento, prevenção contra enchentes, energia, irrigação, telecomunicações e transporte). A plataforma propõe a atualização anual dos valores, assim como uma ampliação da cobertura do número de países, em um processo de atualização contínua dos dados disponíveis. O objetivo é que a informação seja útil para as entidades responsáveis pelas políticas públicas e de planejamento dos países da América Latina e Caribe, assim como para atores públicos, privados e internacionais, como investidores, acadêmicos, construtores, fornecedores e organizações da sociedade civil, entre outros.

A nova base dados também é um instrumento importante para a análise e desenvolvimento de infraestrutura de qualidade, confiável, sustentável e resiliente, assim como previsto no 9o. Objetivo de Desenvolvimento Sustentável (ODS) proposto pela Agenda 2030, aprovada pelas Nações Unidas em 2015. A inclusão do ODS 9 marca um passo fundamental no posicionamento da infraestrutura na busca pelo desenvolvimento sustentável, implicando também em maior responsabilidade nas políticas públicas para melhorar a qualidade de vida na região.

A informação disponível na INFRALATAM busca compartilhar conhecimento sobre o setor,  promover a discussão e  enriquecer o debate em torno da construção de infraestrutura no caminho do desenvolvimento sustentável.

Informações para a imprensa

CEPAL: Unidad de Información Pública: prensa@cepal.org


Mais notícias de:

Comente

comentários