PNUD prorroga prazo de prêmio Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil para 29 de março

Concurso visa a empoderar a população por meio do conhecimento de dados socioeconômicos. O primeiro lugar de cada categoria ganhará 3 mil reais e terá seu trabalho publicado em um livro especial lançado pela organização da competição.

Imagem: PNUD Brasil/Julia Libório

Imagem: PNUD Brasil/Julia Libório

Os autores de artigos sobre desenvolvimento humano no Brasil têm até o dia 29 de março para enviar seus trabalhos e concorrer ao prêmio Atlas do Desenvolvimento Humano no Brasil. Com a retificação do edital, estudantes de graduação que estejam regularmente matriculados também podem participar do prêmio. O resultado do concurso será anunciado em junho.

O prêmio foi lançado pelo Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) em parceria com a Fundação João Pinheiro (FJP) e o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), em novembro do ano passado.

Cada artigo deve ter entre dez e 15 laudas e fazer parte de uma das quatro categorias do prêmio. São elas: o Desenvolvimento Humano nos Municípios; o Desenvolvimento Humano nas Macrorregiões e Unidades Federativas; o Desenvolvimento Humano nas Regiões Metropolitanas; e, o Desenvolvimento Humano nas Unidades de Desenvolvimento Humano (UDHs).

O primeiro lugar de cada uma das categorias receberá um prêmio de 3.000 reais, além de ter seu trabalho publicado em um livro especial lançado pela organização do concurso. Os artigos que ficarem em segundo e terceiro lugares, de cada uma das categorias do prêmio, também serão publicados no livro.

Atlas Brasil do Desenvolvimento Humano no Brasil

O Atlas Brasil é um site de consulta ao Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDHM) e outros 200 indicadores socioeconômicos.

Desenvolvido pelo PNUD, Ipea e Fundação João Pinheiro com base nos dados dos Censos Demográficos de 2010, 2000 e 1991, o Atlas traz informações dos 5.565 municípios brasileiros, 27 estados, 16 regiões metropolitanas e mais de 9 mil UDHs, áreas dentro das regiões metropolitanas que podem ser uma parte de um bairro, um bairro completo ou, em alguns casos, até um município pequeno.

Saiba como participar do prêmio clicando aqui.