PNUD discute negócios de impacto social na região amazônica

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) promoveu neste mês, em Belém, um seminário sobre negócios de impacto social no Norte do Brasil. Encontro reuniu empreendedores e gestores públicos para discutir oportunidades que combinam lucro, desenvolvimento sustentável e transformação das comunidades locais.

Empreendedorismo de impacto social é tema de projeto do PNUD para mobilizar o setor privado em prol da inclusão e do desenvolvimento sustentável. Foto: Iniciativa Incluir

Empreendedorismo de impacto social é tema de projeto do PNUD para mobilizar o setor privado em prol da inclusão e do desenvolvimento sustentável. Foto: Iniciativa Incluir

O Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) promoveu neste mês, em Belém, um seminário sobre negócios de impacto social no Norte do Brasil. Encontro reuniu empreendedores e gestores públicos para discutir oportunidades que combinam lucro, desenvolvimento sustentável e transformação das comunidades locais.

“É fundamental promover a troca de experiências entre os atores do ecossistema de impacto brasileiro, particularmente na região amazônica, onde vemos um conjunto de empreendedores e organizações de apoio muito interessadas neste tema e já atuando em sintonia com a ideia de fazer negócios com proposito”, afirma a gerente de Parcerias para o Setor Privado do PNUD, Luciana Aguiar.

O evento fez parte da Iniciativa Incluir, que fomenta o empreendedorismo social e tem, como um de seus pilares, a informação. Desde o ano passado, o projeto já realizou seminários nas cinco regiões brasileiras, alcançando mais de mil pessoas interessadas em negócios inclusivos. Os encontros contam com a participação de aceleradoras, incubadoras, investidores, redes empresariais e formuladores de políticas públicas.

Em Belém, os diálogos foram organizados em parceria com o Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (SEBRAE). Representantes da instituição e do PNUD conduziram as atividades, que também tiveram a presença de profissionais do Parque de Ciência e Tecnologia Guamá, da Universitec e do Centro de Empreendedorismo da Amazônia.

Iniciativa Incluir

A Iniciativa Incluir, lançada pelo PNUD em 2015, busca mobilizar o setor privado para tornar o desenvolvimento mais inclusivo e sustentável. A premissa do projeto é que o verdadeiro poder do mundo corporativo vai além da filantropia e da responsabilidade social.

Para Luciana Aguiar, os negócios de impacto social e ambiental mostram que é possível ter retorno financeiro e, ao mesmo tempo, responder às demandas da sociedade. As empresas podem contribuir para as comunidades por meio de soluções inovadoras e economicamente viáveis.