PMA alerta: há falta de pão e combustível na Síria

O número de pessoas que precisam de ajuda humanitária dentro do país quadruplicou entre março a dezembro de 2012, de um para quatro milhões

O Programa Mundial de Alimentos (PMA) afirmou que as necessidades humanitárias na Síria estão crescendo, especialmente as relativas a alimentos, pois há falta de pão e combustível em todo o país, que sofre com a violência desde março de 2011. “O PMA não consegue aumentar a assistência devido à falta de parceiros e aos desafios que atingem as áreas mais atingidas”, disse (8) a porta-voz da agência, Elizabeth Byrs, em entrevista coletiva em Genebra (Suíça).

Byrs  informou que as ações do PMA conseguem chegar a 1,5 milhão de pessoas por mês com seus suprimentos, mas estima que 2,5 milhões de pessoas necessitam de ajuda alimentar.  Segundo estimativas da ONU, o número de pessoas que precisam de ajuda humanitária dentro do país quadruplicou entre março a dezembro de 2012, de um para quatro milhões.

O planejamento de ajuda humanitária da ONU acredita que até um milhão de sírios vão procurar refúgio e  precisar de ajuda durante o primeiro semestre de 2013.