Pioneiros globais recebem maior prêmio ambiental da ONU

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) homenageou oficialmente 12 agentes de mudança ambiental de todo o mundo com o prêmio ‘Campeões da Terra’ e ‘Jovens Campeões da Terra’ de 2019 das Nações Unidas.

O Campeões da Terra – principal prêmio ambiental da ONU – é entregue anualmente a líderes destacados do governo, sociedade civil e setor privado cujas ações tiveram um impacto positivo no meio ambiente.

A cerimônia de premiação, realizada em Nova Iorque em 26 de setembro, reconheceu os premiados nas categorias Inspiração e Ação; Liderança em Políticas; Visão Empresarial; e Ciência e Inovação.

“Nossos Campeões e Jovens Campeões de 2019 se atrevem a sonhar mais; eles se esforçam mais e vão mais longe. Suas ações falam mais alto que palavras”, Inger Andersen, diretora Executiva do PNUMA. Foto: PNUMA.

“Nossos Campeões e Jovens Campeões de 2019 se atrevem a sonhar mais; eles se esforçam mais e vão mais longe. Suas ações falam mais alto que palavras”, Inger Andersen, diretora Executiva do PNUMA. Foto: PNUMA.

O Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) homenageou oficialmente 12 agentes de mudança ambiental de todo o mundo com o prêmio Campeões da Terra e Jovens Campeões da Terra de 2019 das Nações Unidas.

O Campeões da Terra – principal prêmio ambiental da ONU – é entregue anualmente a líderes destacados do governo, sociedade civil e setor privado cujas ações tiveram um impacto positivo no meio ambiente.

A cerimônia de premiação, realizada em Nova Iorque em 26 de setembro, reconheceu os premiados nas categorias Inspiração e Ação; Liderança em Políticas; Visão Empresarial; e Ciência e Inovação.

Os campeões 2019

O presidente Carlos Alvarado Quesada, da Costa Rica, recebeu o prêmio de Liderança em Políticas em nome de seu país, que demonstrou um compromisso exemplar com a proteção da natureza e liderou políticas ambiciosas para combater as mudanças climáticas.

Ant Forest, uma iniciativa digital chinesa, venceu na categoria Inspiração e Ação. O miniprograma incentiva os usuários a registrar sua pegada de baixo carbono por meio de ações diárias, como transporte público ou pagamento de contas de serviços on-line; para cada ação, eles recebem pontos de ‘energia verde’, que se acumulam e resultam em árvores reais plantadas.

A professora Katharine Hayhoe, uma proeminente cientista climática canadense, foi homenageada na categoria Ciência e Inovação por seu firme compromisso em quantificar os efeitos das mudanças climáticas e seus incansáveis esforços para transformar as atitudes do público.

A marca de roupas de aventura dos EUA, Patagonia, recebeu o prêmio Campeões da Terra 2019 na categoria Visão Empresarial por uma combinação dinâmica de políticas que colocou a sustentabilidade no centro de seu modelo de negócios bem-sucedido.

Levando para casa o prêmio final da noite, Fridays for Future, o movimento juvenil de protestos climáticos inspirado pela adolescente e ativista climática sueca Greta Thunberg, foi nomeado Campeão da Terra na categoria Inspiração e Ação.

Em uma mensagem em vídeo para o evento, Thunberg disse que espera que o reconhecimento “nos faça agir mais e trabalhar ainda mais para lutar por um futuro habitável”.

Falando na cerimônia, o representante da Fridays for Future, Kallan Benson, disse: “Não largaremos nossos cartazes e nem voltaremos à escola até que vocês ajudem a parar as emissões de combustíveis fósseis. Desistir não é uma opção”.

Os jovens campeões 2019

Também ganharam importante reconhecimento os sete Jovens Campeões da Terra. Vindos de todo o mundo, suas excelentes ideias servem para proteger o meio ambiente em seus contextos locais.

A jovem campeã Molly Burhans, dos Estados Unidos da América, mapeia digitalmente os maiores proprietários de terra do mundo, incentivando a proteção ambiental.

Adjany Costa, a vencedora da região africana, está protegendo os últimos espaços silvestres da Angola e pontos críticos remotos de biodiversidade.

A iniciativa de jogos educacionais da russa Marianna Muntianu transforma árvores virtuais em realidade. Ela ganhou o prêmio representando a região europeia.

A brasileira Anna Luisa Beserra ganhou o prêmio por uma inovação que usa energia para purificar a água, e Omar Itani, do Líbano, está redesenhando o futuro da moda com seu projeto de distribuição.

Sonika Manandhar, do Nepal, está liderando uma iniciativa para capturar big data de veículos elétricos e reduzir emissões, melhorando a eficiência do transporte enquanto capacita mulheres no processo.

Dividindo o prêmio com Manandhar, a vencedora conjunta da Ásia e Pacífico, Louise Mabulo, das Filipinas, é chefe de cozinha e apaixonada por alimentar o futuro. Seu projeto capacita agricultores locais a restaurarem terras devastadas pelo tufão Ngoc.

No evento de premiação, Inger Andersen, diretora Executiva do PNUMA, disse: “Fiquei impressionada com a determinação destes indivíduos que se recusam a recuar diante de desafios assustadores e ainda procuram (e encontram) soluções”.

E acrescentou: “Nossos Campeões e Jovens Campeões de 2019 se atrevem a sonhar mais; eles se esforçam mais e vão mais longe. Suas ações falam mais alto que palavras”.

Sobre os Campeões da Terra

O prêmio anual Campeões da Terra é concedido a líderes destacados do governo, da sociedade civil e do setor privado cujas ações tiveram um impacto positivo no meio ambiente.

Desde 2005, a premiação já reconheceu 88 ganhadores, que vão desde líderes mundiais a inventores de tecnologia.

Sobre os Jovens Campeões da Terra

O prêmio Jovens Campeões da Terra foi iniciado em 2017, e premia iniciativas de jovens ambientalistas brilhantes com visão de sustentabilidade.

Sobre o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA)

O PNUMA é o porta-voz global em questões ambientais. Ele fornece liderança e incentiva a parceria no cuidado com o meio ambiente, inspirando, informando e capacitando nações e povos a melhorar sua qualidade de vida sem comprometer a das gerações futuras.

Sobre o Weibo

O prêmio Campeões da Terra é organizado em parceria com o Weibo – o principal veículo de mídia social da China que serve para as pessoas criarem, compartilharem e descobrirem conteúdo online. Weibo tem mais de 486 milhões de usuários ativos mensais.

Sobre a Covestro

A Covestro, uma das maiores empresas globais de polímeros, oferece o prêmio juntamente com a ONU Meio Ambiente.

Com vendas de 14,6 bilhões de euros em 2018, suas atividades comerciais estão focadas na fabricação de materiais poliméricos de alta tecnologia e no desenvolvimento de soluções inovadoras para produtos utilizados em muitas áreas da vida cotidiana.