Pesquisa inédita apoiada pela UNESCO sobre favelas cariocas será lançada no Rio de Janeiro

Será aberto na amanhã (13), às 10h, o Seminário Internacional Sociabilidades Subterrâneas: Identidade, cultura e resistência em comunidades marginalizadas, que marca o lançamento de uma pesquisa inédita sobre favelas do Rio de Janeiro. O estudo desvenda como as comunidades de favelas do Rio estão encontrando formas alternativas de integração, socialização e regeneração social capazes de romper as barreiras da exclusão e da marginalização.

Será aberto na amanhã (13), às 10h, o Seminário Internacional Sociabilidades Subterrâneas: Identidade, cultura e resistência em comunidades marginalizadas, que marca o lançamento de uma pesquisa inédita sobre favelas do Rio de Janeiro. O estudo desvenda como as comunidades de favelas do Rio estão encontrando formas alternativas de integração, socialização e regeneração social capazes de romper as barreiras da exclusão e da marginalização.

A pesquisa envolveu interlocutores em universidades, movimentos sociais, governo e iniciativa privada e foi desenvolvida pela London School of Economics and Political Science (LSE), com apoio da Representação no Brasil da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), em parceria com AfroReggae e a Central Única das Favelas (CUFA). O estudo e os seminários foram viabilizados pelo Itaú Cultural e pela Fundação Itaú Social.

O lançamento contará com a presença da coordenadora do estudo, a pesquisadora chefe e diretora do Mestrado em Psicologia Social da LSE, Sandra Jovchelovitch, de especialistas nacionais e internacionais em segurança pública e direitos humanos, além de lideranças de ONGs e autoridades do Governo Federal e do Estado Rio de Janeiro.

O projeto compreendeu uma investigação do mundo da vida da favela, por meio de entrevistas com 204 moradores das comunidades do Cantagalo, Cidade de Deus, Madureira e Vigário Geral. Também envolveu um estudo sobre as organizações AfroReggae e CUFA, com a análise de 130 projetos de desenvolvimento social e entrevistas com suas lideranças, além de uma avaliação com especialistas, observadores e parceiros das duas entidades no Rio de Janeiro, tendo como especial ênfase a polícia.

Contatos para a imprensa

UNESCO no Brasil – Assessoria de Comunicação
Isabel de Paula, (61) 2106-3538/98468061, isabel.paula@unesco.org.br
Ana Lúcia Guimarães, (61) 2106 3536 / 9966 3287, ana.guimaraes@unesco.org.br
gcomunicacao@unesco.org

Itaú Cultural
Conteúdo Comunicação
Larissa Correa, (11) 2168-1950/98139-9786 Larissa.correa@mailer.com.br
Cristina R. Durán (11) 5056-9800 Cristina.duran@conteudonet.com

Fundação Itaú Social
Conteúdo Comunicação
Rose Silva, (11) 5056-9825/99230-0689, rose.silva@conteudonet.com