Pequenos agricultores são os principais afetados pelas mudanças climáticas, afirma fórum da ONU

Para participantes do IV Encontro Mundial do Fórum de Agricultores, Fundo da ONU para Desenvolvimento Agrícola (FIDA) deve criar parcerias com pequenos agricultores, que atualmente alimentam um terço da população mundial.

Para os participantes do IV Encontro Mundial do Fórum de Agricultores do Fundo lnternacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), em Roma, Itália, pequenos agricultores de países em desenvolvimento são os principais afetados pelas mudanças climáticas.

As 92 lideranças participantes do evento concordaram que sejam criadas parcerias da FIDA com pequenos agricultores de países em desenvolvimento. De acordo com o Fundo, eles vivem e ganham o seu sustento nos locais mais ecológica e climaticamente vulneráveis.

“Precisamos deles e de seu conhecimento para fazer nosso trabalho, para ajudar a produzir mais alimentos e aumentar a resiliência dos pequenos agricultores, que atualmente alimentam um terço da população mundial”, afirmou o presidente do FIDA, Kanayo F. Nwanze.

O tema da edição de 2012 do Fórum foi a relação entre a superação da pobreza e da insegurança alimentar e como melhorar o desenvolvimento da agricultura sustentável.

“Com as secas no Chifre da África no ano passado e a seca no Sahel agora, as enchentes que devastaram partes da Austrália, Fiji e Moçambique, e até a quantidade incomum de neve na Itália, agricultores estão particularmente vulneráveis às condições meteorológicas extremas e mudanças nos padrões climáticos”, completou Kanayo F. Nwanze.

Encontro Mundial do Fórum de Agricultores acontece a cada dois anos e nessa edição terminará dia quinta-feira (23/02).