Parceria global salvou a vida de 2,5 milhões de mulheres e crianças desde 2010, comemora chefe da ONU

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

A iniciativa ‘Cada Mulher, Cada Criança’ rendeu mais de 400 compromissos na área de saúde que proporcionaram avanços reais em 49 países.

Uma médica consulta uma paciente de 19 anos no Uzbequistão que vive com HIV. Foto: UNICEF/Noorani

Uma médica consulta uma paciente de 19 anos no Uzbequistão que vive com HIV. Foto: UNICEF/Noorani

O secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, afirmou no Conselho Econômico e Social nesta terça-feira (10) que cerca de 2,4 milhões de mulheres e crianças foram salvas desde 2010. A declaração foi feita durante o lançamento do relatório sobre os progressos alcançados desde a adoção da Estratégia Global para a Saúde das Mulheres e Crianças ‘Cada Mulher, Cada Criança’ na sede das Nações Unidas.

“Esta parceria jovem e dinâmica, já proporcionou um impacto real “, disse Ban, enfatizando que o esforço coletivo ajudou a salvar mais vidas de mulheres e crianças nos últimos anos que em toda a história. “‘Cada Mulher, Cada Criança’ já rendeu mais de 400 compromissos com mais de 300 organizações, da sociedade civil, acadêmicos e representantes do setor privado”.

A parceria facilitou a mobilização sem precedentes de recursos que possibilitaram avanços em 49 países. Conquistas foram realizadas na prevenção da transmissão de HIV de mãe para filho, tratamentos de diarreia, atenção pré-natal, sensibilização sobre a importância da amamentação exclusiva materna e vacinação infantil.

O relatório também mostrou a importância do monitoramento e a responsabilização frente aos resultados e o poder da inovação no desenvolvimento e implementação de novas soluções.


Comente

comentários