Parceria entre PNUMA, MCTI e outras instituições reforça ferramenta de Ciclo de Vida de produtos e serviços no Brasil

Iniciativa visa posicionar o Brasil na vanguarda do desenvolvimento sustentável e de tecnologias verdes.

Representantes de organizações, instituições públicas e privadas e indústrias participaram do lançamento da Parceria PNUMA – IBCT para a temática da Avaliação do Ciclo de Vida, que marca a abertura do I Workshop Brasileiro de Adaptação de Inventários de Ciclo de Vida, que aconteceu entre 21 e 23 de janeiro em Brasília. A iniciativa visa posicionar o Brasil na vanguarda do desenvolvimento sustentável e de tecnologias verdes.

O lançamento da parceria entre Instituto Brasileiro de Informação em Ciência e Tecnologia (Ibict) e o Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (PNUMA) conta com o apoio do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro) e da Confederação Nacional da Indústria (CNI).

A Adaptação de Ciclo de Vida (ACV) – ou Life Cycle Assessment em inglês – é base para diversas abordagens de Produção e Consumo sustentáveis como eco-labels, compras públicas sustentáveis, eco-innovation, eco-design. Segundo o IBCTI, a ACV está relacionada a toda avaliação dos impactos associados ao ciclo de vida de um produto, processo ou serviço, desde a extração de matérias-primas, passando pelas etapas de transporte, produção, distribuição, utilização, até sua destinação final, isto é, reciclagem ou descarte. Em um contexto global, a ACV busca melhorar o desempenho e a sustentabilidade ambiental dos sistemas de produção com uma visão completa de todo o seu ciclo de vida.