Parceria da ONU garante trabalho e renda no Sudão do Sul por meio da produção de tijolos

Iniciativa já gerou 20 mil tijolos no estado de Jonglei. Mulheres foram capacitadas e poderão se sustentar após treinamento promovido por missão da ONU no mais novo país do mundo.

Foto: UNMISS

Foto: UNMISS

A Missão da ONU no Sudão do Sul (UNMISS) concluiu no início desta semana em Pariak, no estado sul-sudanês de Jonglei, uma iniciativa de produção de tijolos que gerou 20 mil unidades na região.

O projeto começou em novembro de 2012 e foi realizado em parceria com a Comissão de Desarmamento, Desmobilização e Reintegração do Sudão do Sul (SSDDRC).

O funcionário de treinamento do Instituto Rio Nilo, Ogeto Kennedy, que ajudou a implementar o projeto, disse que 38 dos 50 participantes originais concluíram o curso e ganharam certificados. Kennedy lembrou que os participantes produziram 20 mil tijolos e agora estão à procura de um mercado para vendê-los.

O diretor da SSDDRC em Jonglei, Michael Malual, observou que as mulheres desempregadas podem ajudar suas famílias por meio do projeto. “As mulheres (eram) a meta deste treinamento”, disse ele. “Agora que terminou elas serão capazes de trabalhar por conta própria para a produção de tijolos e vendê-los no mercado ou utilizá-los para a construção de suas casas.”

No último dia do curso, a UNMISS e o governo de Jonglei entregaram baldes, tapetes, carrinhos de mão, pás, moldes de tijolo, capacetes, botas de borracha e luvas para os participantes formados.

A iniciativa foi uma das cinco atividades de subsistência da UNMISS relativas ao programa de Desarmamento, Desmobilização e Reintegração promovido pelo governo local. As outras iniciativas focam a criação de aves, gerenciamento de lojas e duas sobre cultivo vegetal.