Paraná fará mostra de projetos em prol dos Objetivos do Milênio

Iniciativas públicas ou privadas que ajudam o estado a avançar nos Objetivos do Milênio serão apresentadas em 20 municípios, em junho.

Paraná fará mostra de projetos em prol dos Objetivos do MilênioIniciativas públicas ou privadas que ajudam o estado a avançar nos Objetivos do Milênio serão apresentadas em 20 municípios, em junho.

Projetos que contribuem para o alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio (ODM) no Paraná serão exibidos em 20 mostras espalhadas pelo estado, em junho. A série de eventos, organizada pelo Movimento Nós Podemos Paraná, pretende incentivar a troca de experiências e dar visibilidade a iniciativas que têm ajudado a melhorar os indicadores socioeconômicos paranaenses.

As ações a serem expostas foram implantadas por pessoas que participaram de debates ou grupos de trabalho do Nós Podemos Paraná, que foi criado em 2006 e incentiva indivíduos, empresas e instituições públicas a realizarem atividades em prol das metas da ONU e a divulgarem os ODM. O movimento é ligado à FIEP (Federação das Indústrias do Estado do Paraná), reúne SESI e SENAI.

“Nosso trabalho é de articulação e mobilização para que as pessoas façam projetos que contribuam para alcance dos ODM no Paraná”, diz a coordenadora-geral da rede, Maria Aparecida Zago Udenal. “O Estado está caminhando para alcançar as metas. Agora o nosso propósito é que todos os municípios paranaenses possam atingir os ODM (Objetivos de Desenvolvimento do Milênio).”

As mostras serão abertas ao público, mas são voltadas a profissionais ligados a ação social, gestores de políticas públicas e organizações não governamentais. Um dos projetos que devem ser apresentados é o da prefeitura de Ubiratã, a 530 quilômetros de Curitiba e com 21 mil habitantes. Secretarias municipais colocaram os ODM entre suas metas, como a de Ação Social, Saúde e Educação.

Outra iniciativa vem de Tibaji, município com cerca de 20 mil habitantes a 215 quilômetros da capital. Durante uma das atividades do Movimento Nós Podemos, a prefeitura aderiu à sugestão de um professor de que o governo local usasse tijolo ecológico, mais barato, na construção de moradias populares. O resultado é que “vão zerar o déficit habitacional do município”, exemplifica Maria Aparecida.

A lista de municípios que vão receber o evento em junho estão no site www.nospodemosparana.org.br. Não haverá seleção de projetos: todos que se enquadrarem no regulamento do evento poderão se apresentar. A meta da organização é que pelo menos 15 participem de cada mostra.

(Amanda Rossi, da PrimaPagina, na página do PNUD)