Paraná é sede da primeira unidade de coordenação de projetos da FAO no Brasil

Objetivo é levar experiências bem-sucedidas na área de agricultura dos estados do Sul para países da América Latina e África. Coordenação será do engenheiro agrônomo Carlos Alberto Biasi.

Foto: FAO

Foto: FAO

Com o objetivo de identificar experiências positivas no campo da agricultura nos estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul, foi instalada na segunda-feira (25) em Curitiba a primeira unidade de coordenação de projetos da Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) no Brasil.

“É uma experiência de solidariedade muito grande, porque o principal objetivo é levar as experiências bem-sucedidas dos estados do Sul para países da América Latina e para a África e poder trazer técnicos desses países para adquirirem conhecimento aqui”, afirmou o Representante da FAO no Brasil, Alan Bojanic, durante a solenidade de assinatura da instalação na Secretaria de Estado de Agricultura e Abastecimento.

Bojanic também destacou que o acordo é um momento histórico para os estados do sul. “Até hoje, a FAO só tinha escritórios em capitais federais. Esta é uma experiência piloto que pode ser levada para outras regiões do Brasil, como o Nordeste e a Amazônia”, acrescentou.

A unidade, que será coordenada pelo engenheiro agrônomo Carlos Alberto Biasi, contará com dois escritórios no Paraná: um em Curitiba, no Instituto Emater, e outro em Foz do Iguaçu, no Parque Tecnológico Itaipu. A escolha do Paraná como sede se deve à importância agrícola do estado e ao acúmulo de experiências positivas desenvolvidas pelos parceiros nesta ação.