Palestinos perdem acesso a fontes de água na Cisjordânia para assentamentos israelenses, alerta ONU

Pesquisa da ONU afirma que em pelo menos 22 fontes de água os palestinos tiveram acesso impedido por atos de intimidação, ameaças e violência.

Palestinos perdem acesso a fontes de água na Cijordânia para assentamentos israelenses, alerta ONUPesquisa divulgada hoje (19/03) pela ONU alerta que os palestinos têm perdido o acesso a fontes de água na Cisjordânia, como resultado do cercamento das nascentes por colonos israelenses, que chegam a intimidar palestinos para garantir o controle de pontos de água próximos aos assentamentos.

Em 2011, trinta fontes foram encontradas sob o controle total dos colonos, sem nenhum acesso palestino à área, de acordo com o levantamento realizado pelo Escritório das Nações Unidas de Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA).

A pesquisa identificou um total de 56 nascentes próximas aos assentamentos israelenses, em uma área que representa mais de 60% da Cisjordânia, onde Israel mantém o controle sobre o planejamento, segurança e construção. Parte dessas fontes também estavam em terras registradas pela administração israelense como propriedade privada de palestinos.

A pesquisa afirma que em pelo menos 22 fontes de água os palestinos tiveram acesso impedido por atos de intimidação, ameaças e violência. Em oito nascentes sob controle completo dos colonos, o acesso palestino foi impedido por obstáculos físicos como cercas.

Em Genebra, a Alta Comissária para os Direitos Humanos, Navi Pillay, disse que os desafios no território palestino ocupado estão intrinsecamente ligados à contínua expansão dos assentamentos israelenses, incluindo a violência de colonos de Israel contra palestinos. “O Governo israelense deve investigar todos os incidentes de violência contra os palestinos e garantir que os seus autores sejam responsabilizados”, concluiu.