Países-membros da ONU participam de mais uma rodada de negociação da agenda pós-2015

Durante os encontros que serão realizados entre os dias 19 e 21 de janeiro, os Estados-membros afinarão, ainda mais, os critérios para o estabelecimento da nova agenda pós-2015, que substituirá os ODMs a partir de 2016.

“O dia de hoje marca o começo de negociações intergovernamentais críticas para finalizar a agenda de desenvolvimento pós-2015”, afirmou o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon à Assembleia Geral na sede da ONU, em Nova York, nesta segunda-feira (19), na abertura de uma série de reuniões que serão realizadas entre os dias 19 e 21 de janeiro.

Nestes encontros, os representantes dos Estados-membros da ONU afinarão, ainda mais, os critérios para o estabelecimento dos objetivos da nova agenda de desenvolvimento mundial, que substituirão os Objetivos do Desenvolvimento do Milênio (ODMs) a partir de 2016.

Para o presidente da Assembleia, Sam Kutesa, a reunião proporciona uma oportunidade de intercâmbio de pontos de vista para a negociação final dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

“Com a proposta dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, agora está mais claro o que os Estados-membros querem que a agenda de desenvolvimento pós-2015 alcance”, disse, adicionando que o foco na erradicação da pobreza indica que a agenda pode ser realmente transformadora. “Nos próximos meses, Estados-membros e todos os interessados poderão decidir como querem alcançar esses ambiciosos objetivos.”

Diferente dos ODMs, as novas metas pós-2015 serão mais holísticas e universais. Para isso, os Estados devem assegurar a mobilização de meios adequados para a sua implementação através de recursos financeiros, desenvolvimento tecnológico e transferência e fortalecimento de capacidades.