Países da América Latina e do Caribe discutem a partir de hoje nova agenda de população e desenvolvimento

Representantes de mais de 30 países da região se reúnem até o dia 15 no Uruguai para discutir temas como mortalidade infantil, esperança de vida, igualdade de gênero e o reconhecimento dos direitos dos povos indígenas, das pessoas com deficiência e dos migrantes.

Alicia Bárcena e José Mujica, dois dos que estarão na abertura do encontro nesta segunda-feira (12). Foto: Agesic via CEPAL

Alicia Bárcena e José Mujica, dois dos que estarão na abertura do encontro nesta segunda-feira (12). Foto: Agesic via CEPAL

Representantes de mais de 30 países da América Latina e do Caribe se reúnem a partir desta segunda-feira (12) para discutir uma proposta de agenda regional de população e desenvolvimento além de 2014, durante a Primeira Reunião da Conferência Regional sobre População e Desenvolvimento da América Latina e do Caribe.

O encontro ocorre até o próximo dia 15 em Montevidéu, Uruguai, e a abertura será às 18h com a presença do presidente uruguaio José Mujica, da secretária-executiva da Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (CEPAL) Alicia Bárcena e do diretor executivo do Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA), Babatunde Osotimehin.

Ainda que nas últimas décadas venha-se alcançando um nível maior de bem-estar na América Latina no Caribe, com avanços importantes em áreas como mortalidade infantil, esperança de vida, igualdade de gênero e o reconhecimento dos direitos dos povos indígenas, das pessoas com deficiência e dos migrantes, ainda permanecem muitos desafios pendentes na região em termos de igualdade.

O encontro abordará estes desafios, com dois focos centrais: a igualdade e o enfoque de direitos.

A programação também discutirá o Programa de Ação da Conferência Internacional sobre População e Desenvolvimento (CIPD) das Nações Unidas, realizada no Cairo em 1994.

Com esses objetivos a CEPAL, que organiza a Conferência em conjunto com o Governo do Uruguai e com o apoio do UNFPA, apresentou o documento “Proposta de agenda regional em população e desenvolvimento para a América Latina e para o Caribe além de 2014”, no qual são identificados os temas prioritários que devem ser incluídos nessa agenda futuramente.

A proposta baseia-se no exame do Programa de Ação da CIPD na região, que demonstrou que esta pode avançar no cumprimento dos acordos estabelecidos em 1994, graças a políticas e medidas implementadas pelos governos nos países, ainda que se mantenham diferenças consideráveis entre eles.

Segundo as últimas estatísticas disponíveis – correspondentes aos censos de 2010 – a população da região chega a 600 milhões de pessoas e prevê-se que entre 2013 e 2025 cresça 11% mais, até os 680 milhões, enquanto que para 2050 chegaria a 750 milhões.

Conheça todos os detalhes do evento em http://bit.ly/1aCHDbb

http://youtu.be/G5013OUKBa0