ONU saúda UE por criar mecanismo de energia sustentável para países em desenvolvimento

Preparando-se para a Rio+20, bloco europeu espera mobilizar setor privado para apoiar investimentos em energia sustentável em países em desenvolvimento.

(ONU/PNUD).O Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, saudou na segunda-feira (16/04) uma nova iniciativa da União Européia (UE) criada para ajudar os países em desenvolvimento no fornecimento de energia sustentável para suas populações.

“Saúdo a União Europeia por tornar a energia central nas suas políticas de desenvolvimento, e por avançar nas questões de energia, como por exemplo na eficiência e acessibilidade, em direção ao primeiro plano da agenda de desenvolvimento global”, ressaltou Ban na Cúpula Europeia sobre Energia Sustentável para Todos, realizada em Bruxelas.

Na preparação para a Conferência das Nações Unidas sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), que acontecerá em junho no Rio de Janeiro, a UE pretende mobilizar recursos do setor privado para apoiar novos investimentos em energia sustentável em países em desenvolvimento.

O Presidente da Comissão Europeia, José Manuel Barroso, anunciou que o bloco vai criar um mecanismo de assistência técnica no valor de 50 milhões de euros para capacitar países em desenvolvimento a refinar, expandir e melhorar instrumentos financeiros inovadores relacionados com energia , além de sistemas de garantia de risco para destravar maiores investimentos privados.