ONU saúda declaração do papa sobre uso de preservativos

Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) saudou os comentários feitos pelo papa Bento XVI justificando o uso de preservativos para reduzir os riscos de infecção pelo vírus HIV. O Diretor Executivo do UNAIDS, Michel Sidibé, elogiou o “significativo e positivo” passo dado pelo Vaticano.

ONU saúda declaração do papa sobre uso de preservativosO Programa Conjunto das Nações Unidas sobre HIV/AIDS (UNAIDS) saudou os comentários feitos pelo papa Bento XVI justificando o uso de preservativos para reduzir os riscos de infecção pelo vírus HIV. O Diretor Executivo do UNAIDS, Michel Sidibé, elogiou o “significativo e positivo” passo dado pelo Vaticano, afirmando que essa atitude pode ajudar a acelerar o progresso na erradicação do vírus no mundo.

“Esta declaração reconhece que o comportamento sexual responsável e o uso de preservativos têm papéis importantes na prevenção da AIDS”, declarou Sidibé em um comunicado à imprensa.

O UNAIDS apoia o uso de todos os métodos de prevenção ao vírus HIV como caminho para cumprir seu objetivo de erradicar os cerca de 7 mil novos casos de HIV/AIDS que ocorrem todos os dias. De acordo com o Programa, a tecnologia mais eficiente para reduzir a transmissão do HIV e outras infecções sexualmente transmissíveis é o preservativo masculino.

O UNAIDS tem trabalhado de perto com o Vaticano na prevenção do HIV/AIDS. “Juntos podemos construir um mundo sem novas infecções por HIV, discriminação e mortes relacionadas à AIDS”, afirmou o Diretor Executivo.