ONU recebe contribuições de povos indígenas para estudo sobre acesso a serviços financeiros

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

Até 12 de abril, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) recebe contribuições de populações indígenas para um estudo sobre boas práticas capazes de incluir povos originários nos negócios e garantir seu acesso a serviços financeiros. Documento também abordará desafios enfrentados pelos indígenas. Pesquisa está sendo realizada pelo Mecanismo de Especialistas sobre os Direitos dos Povos Indígenas da ONU.

Inclusão de povos indígenas em negócios e redes de serviços financeiros é tema de estudo de especialistas da ONU. Foto: PNUD Brasil/Tiago Zenero

Inclusão de povos indígenas em negócios e redes de serviços financeiros é tema de estudo de especialistas da ONU. Foto: PNUD Brasil/Tiago Zenero

Até 12 de abril, o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) recebe contribuições de populações indígenas para um estudo sobre boas práticas capazes de incluir povos originários nos negócios e garantir seu acesso a serviços financeiros. Documento também abordará desafios enfrentados pelos indígenas. Pesquisa está sendo realizada pelo Mecanismo de Especialistas sobre os Direitos dos Povos Indígenas da ONU.

Temas explorados pelo documento incluirão os problemas particulares de mulheres indígenas e também de indígenas com deficiência. Preconceito e discriminação também entrarão na pauta do relatório, que será apresentado ao Conselho de Direitos Humanos das Nações Unidas na 36ª sessão do organismo.

O ACNUDH encoraja populações indígenas a enviar contribuições para o estudo através do endereço de e-mail expertmechanism@ohchr.org. A agência da ONU solicita que os interessados em encaminhar informações indiquem se estão de acordo ou não com a disponibilização dos dados no site do ACNUDH. Acesse o chamado na íntegra clicando aqui.

A elaboração do relatório está prevista pela resolução 33/13 do Conselho de Direitos Humanos da ONU, que solicita ao Mecanismo de Especialistas a realização de pesquisa sobre a inserção de povos indígenas em sistemas financeiros e nos negócios. Acesse a resolução clicando aqui.


Mais notícias de:

Comente

comentários