ONU realiza concurso de vídeos sobre diversidade e migração para os jovens

Festival celebra vídeos produzidos pelos jovens sobre migração, diversidade e prevenção da xenofobia. Foto: PEXELS (CC)/Brett Sayles

Até 16 de junho, o Festival de Vídeos da Juventude PLURAL+ recebe inscrições de curtas-metragens feitos por jovens e que abordem temas como migração, diversidade, inclusão social e prevenção da xenofobia. As produções audiovisuais devem ter entre um e cinco minutos de duração e podem ser de qualquer gênero (animação, documentário, videoclipe, comédia, entre outros).

Num mundo frequentemente marcado pela intolerância e por divisões culturais, o concurso busca reconhecer os jovens com agentes poderosos da mudança social, capazes de estimular o respeito à diversidade. A iniciativa é promovida pela Organização Internacional para as Migrações (OIM), uma agência da ONU, e pela Aliança de Civilizações das Nações Unidas (UNAOC).

“No mundo de hoje, o trabalho criativo e as vozes das pessoas jovens são mais necessários do que nunca”, afirmou o alto-representante para a UNAOC, Miguel Moratinos.

“Com o PLURAL+, damos aos jovens uma plataforma de disseminação global que os empodera a compartilhar mensagens importantes de tolerância, inclusão e respeito pela diversidade com a comunidade global.”

Um júri internacional vai escolher um vencedor para cada uma das três categorias do festival: até 12 anos de idade; de 13 a 17 anos; de 18 a 25 anos. Juntas, a Aliança de Civilizações e a OIM vão selecionar um vídeo para receber o Prêmio Especial para a Prevenção da Xenofobia. Organizações parceiras do PLURAL+ também vão dar uma variedade de prêmios e oportunidades profissionais para vários jovens cineastas.

Os vencedores do PLURAL+ serão convidados a ir a Nova Iorque com todas as despesas pagas para participar da Cerimônia de Prêmios do PLURAL+ em novembro de 2019 e também para participar de uma série de eventos paralelos, com oportunidades para o seu aperfeiçoamento profissional, coproduções e networking.

“Num momento em que tantas pessoas são expostas a narrativas negativas sobre migração, é animador ver tamanha demonstração de solidariedade e empatia”, afirmou o diretor-geral da OIM, António Vitorino, no ano passado, durante a premiação da edição de 2018 do festival. O evento também marcou o décimo aniversário do PLURAL+.

“É da responsabilidade de cada um de nós apresentar histórias de migração de maneiras que representem a realidade e a face humana da mobilidade humana. As vozes da nossa juventude são o futuro e devem ser amplificadas”, acrescentou o dirigente.

Com o interesse e a participação no festival crescendo ao longo dos anos, o PLURAL+ se tornou uma importante plataforma global de distribuição de mídia produzida pelos jovens. Desde o lançamento do festival, em 2009, os vídeos vencedores do PLURAL+ foram selecionados entre milhares de concorrentes de mais de cem países. As produções ganhadores foram exibidas e transmitidas em dezenas de festivais, cinemas e redes de TV em todo o mundo, bem como em escolas e conferências globais. As obras também tiveram mais de 1 milhão de visualizações online.

Para mais informações sobre o PLURAL+ e orientações sobre como enviar o seu vídeo, acesse pluralplus.unaoc.org.