ONU promove curso para treinar profissionais na resposta ao ebola nas Américas

Iniciativa faz parte dos planos de resposta dos países do continente americano caso o ebola seja identificado na região.

Onze países participam – entre os dias 9 e 10 de dezembro – em Quito, capital do Equador, de um treinamento da Organização Pan-americana da Saúde/Organização Mundial da Saúde (OPAS/OMS) sobre comunicação de risco. O curso faz parte dos planos de resposta dos países do continente americano caso o ebola seja identificado na região, com o objetivo de dar uma resposta eficiente perante uma eventualidade de emergência de saúde.

Epidemiologistas e comunicadores envolvidos na resposta a surtos de doenças infecciosas da Argentina, Bolívia, Brasil, Colômbia, Chile, Equador, Paraguai, República Dominicana, Uruguai e Venezuela, participam da “Oficina de capacitação em comunicação de risco no contexto do RSI (Regulamento Sanitário Internacional) para fortalecer a resposta ao ebola”.

“A OPAS/OMS está empenhada em ajudar a fortalecer as capacidades dos países para responder ao ebola e contê-lo”, disse a diretora da OPAS, Carissa F. Etienne aos participantes.