ONU pede que Brasil #DigaNão à violência contra as mulheres

Mobilização nas redes sociais marca Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra a Mulher (25/11). Iniciativa defende valores e princípios dos direitos humanos.

Hoje é dia de mobilização nas redes sociais pelo fim da violência contra as mulheres. A iniciativa do Programa Interagencial de Promoção da Igualdade de Gênero, Raça e Etnia das Nações Unidas marca o Dia Internacional pela Eliminação da Violência contra a Mulher (25/11). #DigaNão

A mobilização deve ser entendida como uma campanha de toda a sociedade brasileira, comprometida com os valores e princípios dos direitos humanos e com o enfrentamento à violência contra a mulher.

No Brasil, dez mulheres são assassinadas por dia, considerando dados de 1997 a 2007, quando 41.532 mulheres foram vítimas de homicídio – índice de 4,2 assassinadas por 100 mil habitantes.

Una-se pelo Fim da Violência contra as Mulheres
A campanha do Secretário-Geral das Nações Unidas, Ban Ki-moon, UNA-SE pelo fim da violência contra as mulheres convoca os governos, a sociedade civil, as organizações de mulheres, os jovens, o setor privado, a mídia e todo o Sistema ONU para unir forças na erradicação do fenômeno global da violência contra as mulheres e meninas.