ONU pede mais proteção para assistência humanitária após mortes de agentes de saúde no Sudão

Vítimas são um motorista e um vacinador do Ministério da Saúde que atuavam na campanha contra o sarampo em Darfur Ocidental. UNICEF e OMS apoiam iniciativa para imunizar 15 milhões de crianças.

Campanha de vacinação contra o sarampo no Sudão pretende imunizar 15 milhões de crianças. Foto: OMS/C. Banluta

O coordenador humanitário da ONU no Sudão condenou veementemente o assassinato de um motorista e um vacinador do Ministério da Saúde que atuavam na campanha de vacinação contra o sarampo em Darfur Ocidental.

“Peço que todas as partes garantam a proteção para as equipes de trabalho que levam assistência à população necessitada em todo o Sudão”, declarou Ali Al-Za’tari na sexta-feira (29). O ataque aconteceu na segunda (25).

O Fundo das Nações Unidas para a Infância (UNICEF) e a Organização Mundial da Saúde (OMS) estão ajudando a garantir que todas as crianças do país sejam vacinadas. O objetivo da campanha iniciada em 24 de novembro é imunizar 15 milhões de crianças.