Nações Unidas pedem apoio contínuo para Fundo de Construção da Paz

Para Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, a construção da paz é tão importante depois de uma transição política quanto no pós-guerra.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, pediu na terça-feira (22/11) a continuidade do apoio e das contribuições ao Fundo de Construção da Paz, criado em 2005 para auxiliar países emergentes de conflitos na construção da paz duradoura, enfatizando a assistência atempada e eficaz entregue a diversas nações.

Países também podem se beneficiar da ajuda financeira do Fundo para iniciar projetos de reconstrução. Ban destacou a maneira como o Fundo tem apoiado a transformação de grupos rebeldes armados no Burundi, mediado a crise entre partidos políticos feudais em Serra Leoa e promovido o retorno para a ordem constitucional em Guiné.

“Ajudem-nos a auxiliar as inúmeras pessoas no mundo que buscam nas Nações Unidas assistência para atingir suas aspirações de construir a paz duradoura, deixando a violência para trás de uma vez por todas”, declarou o Secretário-Geral durante a reunião anual do Fundo.

Para Ban, a construção da paz é tão importante depois de uma transição política quanto no pós-guerra. É um processo que pode levar uma geração e todos precisam agir juntos numa estratégia coerente. Também é necessário assegurar uma gestão apropriada dos recursos naturais como elemento-chave na implementação da estratégia.

Os doadores já se comprometeram a repassar 67 milhões de dólares ao fundo este ano, o dobro de 2010. A ONU espera chegar a 100 milhões até 31 de dezembro, com mais de 86 milhões alocados.