ONU: Participação feminina nos esportes é chave para impulsionar a igualdade de gênero

“Insistimos que o esporte figure na agenda de desenvolvimento pós-2015 que os chefes de Estado e de Governo adotarão em setembro próximo”, disse a a diretora executiva da ONU Mulheres, Phumzile Mlambo-Ngcuka, em evento em Nova York.

Meninas jogam basquete em Mogadíscio, na Somália. Foto: ONU/Tobin Jones

Meninas jogam basquete em Mogadíscio, na Somália. Foto: ONU/Tobin Jones

O evento “Olhando para o futuro: o lugar do esporte no empoderamento das mulheres pós-2015” realizado à margem da 59ª sessão da Comissão sobre a Situação da Mulher (CSW), ressaltou o papel multidimensional dos esportes como reforço no envolvimento mais amplo das mulheres na sociedade.

“O empoderamento das mulheres e a igualdade de gênero têm sido uma maratona”, brincou a diretora executiva da ONU Mulheres, Phumzile Mlambo-Ngcuka, no evento, que aconteceu nesta segunda-feira (16), na sede da ONU em Nova York (EUA).

Para ela, a maior participação das mulheres e meninas no esporte pode ajudar a melhorar sua participação na sociedade, lutar contra os estereótipos de gênero e acelerar o progresso rumo à igualdade de gênero.

Programas esportivos podem também preencher lacunas como cuidados de saúde, reunir pessoas que de outra forma seriam isoladas e atacar de frente a presente violência baseada no gênero, desfazendo o esteriótipo das mulheres como menos capazes do que os homens, lembrou a chefe da ONU Mulheres.

“Insistimos que o esporte figure na agenda de desenvolvimento pós-2015 que os chefes de Estado e de Governo adotarão em setembro próximo”, concluiu Mlambo-Ngcuka.