ONU participa de seminário nacional sobre bacias hidrográficas em Brasília

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

O Ministério do Meio Ambiente (MMA) realizou nesta quinta-feira (7) o seminário “O Brasil que Cuida de suas Águas: Construindo as Bases para o Programa Nacional de Bacias Hidrográficas”. O objetivo do seminário, segundo o MMA, foi integrar e mobilizar instituições parceiras para dar início ao processo de construção do programa que visa preservar, conservar e recuperar os rios brasileiros.

O coordenador-residente do Sistema ONU e representante do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no Brasil, Niky Fabiancic, participou da mesa de abertura do seminário nesta manhã e aproveitou a oportunidade para reforçar sua relação com a Agenda 2030 e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, com ênfase ao ODS 6 – Água Potável e Saneamento.

07/06/2018- O BRASIL QUE CUIDA DAS SUAS ÁGUAS

Como parte das comemorações da Semana do Meio Ambiente, o Ministério do Meio Ambiente (MMA) realizou nesta quinta-feira (7) o seminário “O Brasil que Cuida de suas Águas: Construindo as Bases para o Programa Nacional de Bacias Hidrográficas”. O objetivo do seminário, segundo o MMA, foi integrar e mobilizar instituições parceiras para dar início ao processo de construção do programa que visa preservar, conservar e recuperar os rios brasileiros.

O evento, ocorrido na sede do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA), em Brasília, teve uma série de painéis com a presença de especialistas. O coordenador-residente do Sistema ONU e representante do Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) no Brasil, Niky Fabiancic, participou da mesa de abertura do seminário nesta manhã e aproveitou a oportunidade para reforçar sua relação com a Agenda 2030 e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, com ênfase ao ODS 6 – Água Potável e Saneamento.

Participaram do encontro gestores e técnicos do governo federal e de governos estaduais e municipais, instituições de ensino e pesquisa, organismos internacionais, agentes financeiros, Ministério Público, setor produtivo e representantes de comitês de bacias e da sociedade civil.

A programação teve apresentações de parceiros internacionais, do MMA e de órgãos vinculados, experiências estaduais, dos comitês de bacias e de organizações não governamentais. Representantes de organismos do Sistema ONU no Brasil, como Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA), PNUD, Programa das Nações Unidas para Assentamentos Humanos (ONU-HABITAT), ONU Meio Ambiente e Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO), também compareceram à abertura do seminário e deram sua contribuição em painéis de debate.

“O Sistema ONU no Brasil considera que eventos como este são essenciais para aumentar a consciência, assegurar a troca de boas práticas e servir como um chamado à ação de todos para não apenas assegurar a disponibilidade e gestão sustentável da água e do saneamento para todos, mas também para avançar o desenvolvimento sustentável como um todo, beneficiando a todas e todos, de forma a não deixar ninguém para a trás”, observou Fabiancic.

“Fica cada vez mais evidente a necessidade de buscarmos novas abordagens para fazer frente aos desafios impostos pela crise hídrica e, assim, avançar na consolidação de políticas públicas integradas em um contexto de mudança do clima”, afirmou o secretário de Recursos Hídricos e Qualidade Ambiental do MMA, Jair Tannús Júnior, para quem o tema “água” está no centro dos debates mundiais e, para lidar com a questão, “é preciso buscar soluções integradas com a otimização de esforços institucionais”.

Em mensagem gravada em vídeo, o secretário nacional de Articulação Social, da Secretaria de Governo da Presidência da República, Henrique Villa da Costa Ferreira, enfatizou a importância do seminário e do impacto de seus resultados para o alcance dos ODS. Villa saudou Fabiancic e todo o Sistema ONU no país, tendo em vista a cooperação entre os vários organismos da ONU e o governo federal no âmbito da Agenda 2030.

O vídeo com a fala do secretário-geral da ONU, António Guterres, dedicado ao Dia Mundial do Meio Ambiente, encerrou a abertura do seminário nesta manhã.

Agenda 2030

O seminário “O Brasil que Cuida de suas Águas” ocorreu no âmbito da Agenda 2030 dos Objetivos do Desenvolvimento Sustentável (ODS) e do Relatório Mundial das Nações Unidas sobre Desenvolvimento dos Recursos Hídricos (edição 2018), que apresentou soluções baseadas na natureza como fundamentais para uma melhor gestão da água.

O evento dá sequência aos debates realizados no 8º Fórum Mundial da Água, em março, em Brasília, e precede a 5ª Conferência Nacional Infanto-Juvenil pelo Meio Ambiente, com o tema “Vamos Cuidar do Brasil Cuidando das Águas”, a se realizar no período de 15 a 19 de junho deste ano em Campinas, São Paulo.


Mais notícias de:

Comente

comentários