ONU nomeia Cate Blanchett como embaixadora da Boa Vontade para refugiados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) anunciou na segunda-feira (2) a nomeação da atriz vencedora do Oscar Cate Blanchett como Embaixadora Global da Boa Vontade.

Nomeação ocorre depois de a atriz ter retornado de missão na Jordânia para acompanhar operação humanitária no país. Foto: Wikimedia Commons

Nomeação ocorre depois de a atriz ter retornado de missão na Jordânia para acompanhar operação humanitária no país. Foto: Wikimedia Commons

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (ACNUR) anunciou na segunda-feira (2) a nomeação da atriz vencedora do Oscar Cate Blanchett como Embaixadora Global da Boa Vontade.

O anúncio ocorreu depois de a atriz ter retornado de uma missão na Jordânia para acompanhar operação humanitária no país para pessoas deslocadas por conta do conflito na Síria.

“Estou muito orgulhosa de assumir esse papel”, disse Blanchett em comunicado à imprensa emitido pelo ACNUR.

“Não houve uma época mais importante para se posicionar junto aos refugiados e mostrar solidariedade. Estamos vivendo uma crise sem precedentes, e existe a necessidade de se dividir a responsabilidade globalmente. Parece que estamos em uma bifurcação na estrada: vamos para o caminho da compaixão ou seguiremos o caminho da intolerância?”, questionou.

Durante a viagem, Blanchett reuniu-se com famílias de refugiados sírios para ouvir sobre suas dificuldades cotidianas. Ela disse que, como mãe, gostaria de ver o mundo caminhando para o caminho da compaixão.

“Há muito mais oportunidade, muito mais otimismo e uma solução no fim desse caminho”, declarou.

Blanchett disse que "não houve uma época mais importante para se posicionar junto aos refugiados". Foto: ACNUR

Blanchett disse que “não houve uma época mais importante para se posicionar junto aos refugiados”. Foto: ACNUR

Antes de sua nomeação, Blanchett trabalhou com o ACNUR por mais de um ano para alertar sobre o problema dos deslocamentos forçados. Em 2015, viajou ao Líbano para se reunir com refugiados sírios e ouvir sobre suas experiências como parte de seu apoio à campanha #IBelong do ACNUR.

Ela também apoiou o Dia Mundial do Refugiado, o apelo do ACNUR para a crise dos refugiados na Europa, participou da Conferência Mundial das Mulheres em Nova Délhi como representante da agência da ONU e moderou um painel sobre a crise global dos refugiados.

Filippo Grandi, alto comissário da ONU para os refugiados, disse estar “muito contente” com o fato de Blanchett ter assumido esse novo papel.

“Os embaixadores da Boa Vontade tem um papel importante em criar um melhor entendimento público e apoio para os refugiados, e nunca antes houve maior necessidade de construir essas pontes”, disse Grandi.

“Ela já demonstrou ótimo comprometimento com a causa e estamos ansiosos para vê-la inspirar muito mais pessoas em seu novo papel”, acrescentou.