ONU Mulheres prorroga prazo de candidaturas para consultoria em direitos sexuais e reprodutivos

Inscrições até 14 de novembro. Estudo deve subsidiar atualização da Política de Direitos Sexuais e Reprodutivos e a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher.

A Entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento das Mulheres (ONU Mulheres) recebe, até 14 de novembro, candidaturas de consultorias para elaboração de estudo sobre a Política de Direitos Sexuais e Reprodutivos e a Política Nacional de Atenção Integral à Saúde da Mulher.

O estudo deve subsidiar a atualização dessas estratégias por meio de levantamento da situação atual de implementação das iniciativas e identificação de áreas ausentes, ações que necessitam mais atenção para atender às necessidades da saúde das mulheres em sua diversidade e para garantir o direito das mulheres de acesso à saúde.

Para consultar o termo de referência, clique aqui.