ONU Mulheres abre chamada de financiamento a organizações defensoras dos direitos humanos no Brasil

A ONU Mulheres Brasil tornou pública na terça-feira (2) uma chamada para apoio financeiro a organizações defensoras dos direitos humanos diante dos desafios impostos pela pandemia de COVID-19.

São convidadas a enviar propostas organizações lideradas por mulheres e voltadas à promoção dos direitos das mulheres. A iniciativa conta com o apoio da União Europeia e se destina a organizações não estatais e sem fins lucrativos. As propostas podem ser enviadas até 21 de junho.

Propostas de organizações de mulheres negras são bem-vindas na chamada de financiamento. Foto: UNFPA/Solange Souza

São convidadas a enviar propostas organizações lideradas por mulheres e voltadas à promoção dos direitos das mulheres. Foto: UNFPA/Solange Souza

A ONU Mulheres Brasil torna pública nesta terça-feira (2) a abertura da Chamada Nº 01/2020 – Chamada da ONU Mulheres Brasil para apoio financeiro a Organizações de Defensoras de Direitos Humanos – Pandemia COVID-19.

A iniciativa conta com o apoio da União Europeia e se destina a organizações não estatais e sem fins lucrativos para apresentação de projetos com valores entre 30 mil e 130 mil reais e duração de pelo menos seis meses até um ano.

A chamada para propostas está voltada à implementação do Plano de Contingência diante da pandemia da COVID-19 do projeto “Conectando Mulheres, Defendendo Direitos” implementado pela ONU Mulheres, com o apoio da União Europeia, e tem como prazo final de envio 21 de junho.

O apoio financeiro será destinado exclusivamente a atividades para fortalecimento das capacidades institucionais das organizações, cuja atuação é voltada para mulheres defensoras de direitos humanos, em função dos novos desafios enfrentados com a pandemia da COVID-19.

Atendendo aos critérios de elegibilidade desta chamada, são convidadas a enviar propostas organizações lideradas por mulheres e voltadas à promoção dos direitos das mulheres com conhecimento especializado e experiência no trabalho com mulheres defensoras de direitos humanos.

Propostas de organizações de mulheres negras, quilombolas, indígenas, lésbicas, bissexuais e transexuais, jovens, mulheres com deficiência, mães de vítimas da violência urbana, trabalhadoras rurais, extrativistas, ambientalistas, ativistas por direitos sexuais e reprodutivos, pelo enfrentamento à violência contra mulheres, pelos direitos das mulheres em situação carcerária, pelo direito à terra e à moradia, pelo direito à saúde mental, à participação política, professoras, advogadas, jornalistas, lideranças comunitárias e religiosas atuantes em periferias urbanas, de todas as regiões do país são bem-vindas.

Organizações da sociedade civil interessadas devem enviar todos os documentos solicitados descritos na chamada para o e-mail compras.br@unwomen.org e preencher o Formulário de Autodeclaração. As propostas devem ser enviadas em português. Propostas enviadas em outros idiomas ou fora do prazo estabelecido nesta chamada não serão consideradas.

Este anúncio não implica a confirmação de apoio financeiro a nenhuma entidade, mas somente tem o objetivo de informar sobre o período em que a chamada para envio de propostas estará aberta e quais critérios deverão ser observados.

A ONU Mulheres não assume nenhuma obrigação financeira com as organizações que enviarem propostas. Não se responsabilizará e não aprovará gastos realizados por qualquer entidade para elaborar candidatura a esta chamada.

Documentação: Termo de Referência |  Anexo I | Anexo II Formulário de Autodeclaração