ONU Meio Ambiente e Família Schurmann promovem expedição que documentará poluição plástica

Às vésperas da quarta e mais audaciosa expedição da Família Schurmann, a ONU Meio Ambiente e o grupo de navegadores brasileiros assinaram um memorando de entendimento, inserindo o projeto “Voz dos Oceanos” na campanha global Mares Limpos – da qual a família já é defensora desde 2017.

Os Schurmann, a primeira família latino-americana a circunvagar o mundo em um veleiro, vão içar suas velas em 12 de dezembro. A expedição “Voz dos Oceanos” terá duração de 18 meses, será apoiada pela ONU Meio Ambiente e irá registrar tudo o que os velejadores virem nos oceanos e nas partes remotas do planeta.

O objetivo é documentar, especificamente, a poluição plástica. A iniciativa visa identificar possíveis soluções para a poluição marinha, mobilizar governos, setor privado e indivíduos para limpar os oceanos e inspirar inovações para libertar os mares dos plásticos.

O arquipélogo de Fernando de Noronha foi declarado um patrimônio natural mundial pela UNESCO. Foto: EBC

O arquipélogo de Fernando de Noronha foi declarado um patrimônio natural mundial pela UNESCO. Foto: EBC

Às vésperas da quarta e mais audaciosa expedição da Família Schurmann, a ONU Meio Ambiente e o grupo de navegadores brasileiros assinaram um memorando de entendimento, inserindo o projeto “Voz dos Oceanos” na campanha global Mares Limpos – da qual a família já é defensora desde 2017.

Os Schurmann, a primeira família latino-americana a circunvagar o mundo em um veleiro, vão içar suas velas em 12 de dezembro. A expedição “Voz dos Oceanos” terá duração de 18 meses, será apoiada pela ONU Meio Ambiente e irá registrar tudo o que os velejadores virem nos oceanos e nas partes remotas do planeta.

O objetivo é documentar, especificamente, a poluição plástica. A iniciativa visa identificar possíveis soluções para a poluição marinha, mobilizar governos, setor privado e indivíduos para limpar os oceanos e inspirar inovações para libertar os mares dos plásticos.

“Navegando pelo planeta, vemos poluição de plástico em ilhas remotas e desabitadas, inclusive no meio do oceano. Isso nos preocupa muito e nos motivou enquanto planejávamos este novo projeto – para trazer consciência e encontrar soluções em todo o mundo, já que essa é uma crise sem fronteiras”, explica David Schurmann, diretor da expedição.

“Depois de 35 anos no mar, nós naturalmente nos tornamos porta-vozes dos oceanos. Com este projeto, e com o apoio da ONU Meio Ambiente, queremos que as pessoas ouçam a Voz dos Oceanos”, complementa.

“Estamos muito felizes em iniciar esta parceria com a Família Schurmann. A expedição ‘Voz dos Oceanos’ é uma ótima oportunidade para aumentar a conscientização sobre as soluções inovadoras que as pessoas ao redor do mundo estão desenvolvendo para combater a poluição plástica”, afirma Leo Heileman, diretor regional da ONU Meio Ambiente na América Latina e Caribe.

Entre 8 e 13 milhões de toneladas de lixo plástico chegam aos oceanos a cada ano, segundo estimativas. Além de poluir as águas, esse resíduo causa a morte de 100 mil animais marinhos e de 1 milhão de aves todos os anos.

A expectativa é de que a “Voz dos Oceanos” alcance até 40 locais estratégicos no planeta, incluindo Fernando de Noronha, no Brasil, Manhattan, em Nova Iorque, Auckland, na Nova Zelândia, e Ilha Ducie, no Oceano Pacífico. Também navegará para as áreas conhecidas como “giroscópios”, onde as correntes marinhas convergem e agrupam uma coleção de detritos plásticos provenientes de todo o mundo.

Sobre a ONU Meio Ambiente

A ONU Meio Ambiente é a voz global líder sobre o meio ambiente. Ele fornece liderança e incentiva a parceria no cuidado com o meio ambiente, inspirando, informando e permitindo que nações e povos melhorem sua qualidade de vida sem comprometer a das gerações futuras. Trabalha com governos, setor privado, sociedade civil e com outras entidades da ONU e organizações internacionais em todo o mundo.

Sobre Mares Limpos

Lançada na Economist World Ocean Summit, em Bali, na Indonésia, em 2017, a campanha #MaresLimpos da ONU Meio Ambiente busca estimular os governos a aprovarem políticas de redução de plástico, trabalhar com indústrias para minimizarem embalagens plásticas e redesenhar produtos e chamar a atenção dos consumidores para que mudem os seus hábitos descartáveis antes de causarem danos irreversíveis aos nossos mares.