ONU libera 104 milhões de dólares para apoiar 13 regiões em situação emergencial

O Fundo Central de Resposta de Emergência (CERF) anunciou hoje (25/01) nova alocação de verba. Principal beneficiado será Sudão do Sul, seguido de Paquistão e Haiti.

O Fundo Central de Resposta de Emergência (CERF) anunciou hoje (25/01) uma nova alocação de 104 milhões de dólares para apoiar missões das Nações Unidas em 13 regiões em situações de emergência.

O principal beneficiado será o Sudão do Sul. Os 20 milhões de dólares liberados ao país africano serão usados para melhorar o serviço de ajuda aos refugiados que retornam do vizinho Sudão.

Paquistão e Haiti são o segundo e o terceiro da lista, com 15 milhões e oito milhões respectivamente. No Paquistão, a verba será usada para ajudar pessoas em áreas de conflito. Já no Haiti, o dinheiro será alocado para pessoas que ainda vivem em campos de desabrigados dois anos após o devastador terremoto de janeiro de 2010.

Dois países do Chifre da África, Djibuti e Eritreia, receberão cada um quatro milhões para apoiar programas de assistência humanitária em meio ao período de seca.

Outros países beneficiados serão a República Centro-Africana, Chade, Costa do Marfim, Coreia do Norte, Nepal, Filipinas, República do Congo e Síria.

De acordo com o Escritório das Nações Unidas para Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA), uma segunda rodada de alocações será feita em julho desse ano.