ONU leva 22 toneladas de remédios e produtos médicos para Venezuela

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) conseguiu entregar ao final de outubro 22 toneladas de remédios e produtos médicos para a população venezuelana. A agência estima que as doações permitirão atender a 500 mil pacientes. Com a operação, já chega a 50 toneladas o volume de recursos hospitalares disponibilizados em 2018 para o país.

OPAS já entregou 50 toneladas de remédios e produtos médicos para a Venezuela em 2018. Foto: OPAS

OPAS já entregou 50 toneladas de remédios e produtos médicos para a Venezuela em 2018. Foto: OPAS

A Organização Pan-Americana da Saúde (OPAS) conseguiu entregar ao final de outubro 22 toneladas de remédios e produtos médicos para a população venezuelana. A agência estima que as doações permitirão atender a 500 mil pacientes. Com a operação, já chega a 50 toneladas o volume de recursos hospitalares disponibilizados em 2018 para o país.

A última entrega levou mais de 3 mil caixas para 18 hospitais prioritários. Medicamentos e materiais poderão ser utilizados nas áreas de emergência, terapia intensiva, cirurgia e medicina geral.

As doações fazem parte da Iniciativa Hospitais Seguros, criada há dois anos por uma parceria entre a OPAS e o Ministério da Saúde da Venezuela. Os centros clínicos beneficiados com a assistência da ONU estão espalhados por 14 estados do país.

José Moya, representante do organismo das Nações Unidas na nação latino-americana, explicou que 78 profissionais de farmácia e armazenamento receberam treinamento para administrar os recursos. Os trabalhadores vão utilizar uma ferramenta única para gerir o uso de insumos médicos.

“Isso permite tanto às autoridades de saúde, como à OPAS, planejar a demanda e ajustar a estratégia de compra e distribuição, caso seja necessário”, disse Moya.

Além dos 18 centros clínicos, outras instituições médicas receberam remédios e utensílios, incluindo oito Diretórios de Saúde, cinco Salas de Situação Epidemiológica e 13 Áreas de Saúde Integral Comunitária. Esses locais de atendimento e administração estão localizados nos estados venezuelanos de Amazonas, Anzoátegui, Aragua, Apure, Bolívar, Delta Amacuro, Distrito Capital, Carabobo, Lara, Mérida, Monagas, Sucre, Táchira e Zulia.

Segundo a OPAS, a cooperação com as autoridades nacionais de saúde seguirá se fortalecendo. O apoio da agência da ONU visa melhorar a gestão dos sistemas, a prevenção e o controle de doenças transmissíveis e não transmissíveis, a compra de remédios, vacinas, reagentes laboratoriais e outros itens utilizados em programas de saúde.


Mais notícias de:

Comente

comentários