ONU lança comunidade virtual no Brasil para construir escolas mais seguras e resilientes

A plataforma colaborativa brasileira ajuda crianças e educadores a estar melhor preparados para responder a uma situação de emergência.

As crianças são as mais vulneráveis aos desastres. A plataforma ajuda a crianças e educadores a estar melhor preparados para responder a uma situação de emergência. Foto: Comissão Europeia DG Echo/ Creative Commons

As crianças são as mais vulneráveis aos desastres. A plataforma ajuda a crianças e educadores a estar melhor preparados para responder a uma situação de emergência. Foto: Comissão Europeia DG Echo/ Creative Commons

Com o tema “Escola Segura, Escola Resiliente”, o Centro de Excelência para a Redução do Risco de Desastres (UNISDR-CERRD) criou uma comunidade virtual para o compartilhamento de experiências, materiais e metodologias relacionadas ao desenvolvimento de instituições acadêmicas melhor adaptadas e preparadas para responder a uma situação de emergência.

A plataforma colaborativa brasileira se enquadra no âmbito da Iniciativa Global para Escolas Seguras da UNISDR (Worldwide Initiative for Safe Schools) e ajuda crianças e educadores a estar melhor preparados para responder a uma situação de emergência. A página contém materiais e metodologias, e promove o compartilhamento de dúvidas, desafios e o planejamento de atividades coletivas que se relacionem com os três eixos de uma Escola Resiliente, conforme promovido pela iniciativa global.

Os eixos tratam de infraestrutura resiliente, com a construção e reforma de escolas seguras; de gestão escolar resiliente, com atividades de preparação e mobilização de toda a comunidade escolar para situações de risco, inclusive por meio da realização de simulados de desocupação; e edução, com a inclusão de temas e atividades de resiliência e redução do risco no currículo escolar e formação para professores nos temas relacionados.

Saiba mais clicando aqui.