ONU lança campanha nas mídias sociais para encorajar movimento global pelos direitos humanos

Escritório do Alto Comissariado para os Direitos Humanos lançou campanha nas mídias sociais para encorajar movimento global de direitos humanos.

O Escritório do Alto Comissariado das Nações Unidas para os Direitos Humanos (ACNUDH) lançou nesta quinta-feira (01/12) uma nova campanha nas mídias sociais para encorajar o movimento global de direitos humanos.

A Alta Comissária das Nações Unidas para os Direitos Humanos, Navi Pillay, afirmou que a campanha foi inspirada pelo uso das midias sociais durante as revoluções democráticas no Oriente Médio e no Norte da África.

“Hoje, assim como no passado, fatores financeiros e editorais determinam se um protesto ou repressão de protesto será televisionado ou relatado em jornais. No entanto, independente do que aconteça, agora há garantias de que a informação será divulgada no Twitter, Facebook, Youtube e outras plataformas de internet. Os governantes não têm mais a capacidade de monopolizar a disseminação de informação ou censurá-la”, defendeu Pillay.

No dia 10 de  novembro, a ACNUDH iniciou uma discussão online chamada “30 dias e 30 Direitos” com uma postagem diária de um artigo específico da Declaração Universal dos Direitos Humanos (DUDH) no Facebook e no Twitter. As questões levantadas pelo público entrarão no dialógo proposto pela Alta Comissáriana noite do dia 10 de dezembro: data  do aniversário da Declaração.