ONU lança aplicativo para explicar termos e expressões sobre o trabalho da organização

Universidade das Nações Unidas criou software gratuito para smartphones com glossário sobre o vocabulário usado recorrentemente para indicar os desafios, questões e áreas de atuação da ONU. Uma vez baixado, o aplicativo não precisa de internet para funcionar.

Aplicativo reúne explicações sobre vocabulário recorrente associado ao trabalho das Nações Unidas. Foto: Reprodução

Aplicativo reúne explicações sobre vocabulário recorrente associado ao trabalho das Nações Unidas. Foto: Reprodução

Para garantir que o grande público entenda conceitos e informações fundamentais difundidas pelas agências e organismos da ONU, a Universidade das Nações Unidas (UNU) lançou um aplicativo gratuito para smartphones com um glossário de termos usados recorrentemente para indicar os desafios, questões e áreas de atuação da organização internacional.

Todas as palavras e expressões estão associadas e agrupadas de acordo com os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS). A maioria dos termos está vinculada a mais de um ODS – o que indica, segundo a UNU, a interdependência das metas ambiciosas da Agenda 2030.

O objetivo é desmistificar um pouco
o trabalho importante, mas complicado,
feito pela ONU como um todo:
ser uma ponte entre o sistema ONU,
a academia e o público em geral.

Inicialmente, o aplicativo reunia cerca de 450 itens que explicam quase 200 termos com referências, definições e indicações de leituras adicionais. Mais de 250 siglas da ONU também estão incluídas no software. Ao longo desse, o glossário está sendo expandido e atualizado para cobrir dez vezes mais informações do que foi disponibilizado inicialmente, contemplando temas como paz, governança, entre outros.

Uma vez baixado o aplicativo, o acesso a todas essas informações não depende de conexão com a internet. O glossário está disponível apenas em inglês.

Para o coordenador da UNU responsável pelo projeto, Howard Hudson, “o objetivo é desmistificar um pouco o trabalho importante, mas complicado, feito pela ONU como um todo: ser uma ponte entre o sistema ONU, a academia e o público em geral”.

A iniciativa foi conduzida por uma equipe do Instituto de Pesquisa Econômica e Social de Maastricht da UNU, que reuniu recursos de outros quatro programas e instituições da Universidade, voltados para temas específicos como igualdade de gênero, sustentabilidade, saúde global e integração regional.

Alguns termos contam com definições distintas que expressam as perspectivas particulares de cada organismo, ao mesmo tempo em que contribuem para apresentar um panorama mais amplo sobre determinado tema.

O Jargon Buster — nome original do aplicativo — está disponível para os sistemas Android e iOS. Saiba como ter acesso aqui.