ONU lamenta atentado no Marrocos

O Conselho de Segurança e o Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, condenaram de forma veemente o ataque terrorista ocorrido nesta quinta-feira (28/04) em um café em Marrakesh (Marrocos), que deixou ao menos 16 mortos e outro feridos, incluindo marroquinos e turistas.

Em um comunicado à imprensa lançado nesta sexta-feira (29/04) os 15 Membros do Conselho expressaram condolências às famílias das vítimas, bem como à população e ao Governo do Marrocos. “O terrorismo, em todas as suas formas e manifestações, constitui uma das mais graves ameaças à paz e à segurança internacional”, disse o comunicado. Os Membros observaram que todos os países devem assegurar que qualquer medida para combater o terrorismo seja feita de acordo com os direitos humanos internacionais, e com o direito humanitário e de refugiados.

O Secretário-Geral, por sua vez, reafirmou sua “forte rejeição ao uso indiscriminado da violência contra civis inocentes”. Por meio de um comunicado, ele observou que “nenhum objetivo político pode ser usado como justificativa para atos hediondos.”