ONU inicia negociações para solucionar crise na Líbia

Secretário-Geral da ONU anuncia esforços de paz na região e destaca a importância de um trabalho conjunto e coordenado da comunidade internacional para conter também a crise humanitária no país.

Pessoas deslocadas no leste da Líbia, próximas à cidade de Ajdabiya.Enquanto um acordo para acabar com a crise na Líbia ainda está distante, as Nações Unidas iniciaram um processo de negociação, anunciou o Secretário-Geral, Ban Ki-moon, no sábado (18/06). Para ele, encontrar uma solução política para a crise continua sendo prioridade para a ONU.

Ban destacou a importância de um esforço coordenado e de uma mensagem consistente da comunidade internacional para os atores na Líbia, onde forças do governo e grupos rebeldes enfrentam-se há meses. “A cada dia o povo líbio é mais prejudicado, a situação ainda é muito fluida e os frontes têm mudado. É importante que continuemos a trabalhar juntos”, avaliou Ban.

As negociações são lideradas pelo Enviado Especial do Secretário-Geral para a Líbia, Abdul Elah al-Khatib. Ban está muito preocupado com a situação humanitária no país, onde há escassez de comida, combustível, agentes de saúde e o acesso à água é cada vez mais restrito. Agências e parceiros da ONU trabalham para ajudar o maior número possível de vítimas. “Os esforços humanitários da ONU acontecem sob circunstâncias extremamente difíceis”, destacou.