ONU incentiva uso de tecnologia de informação para ajudar emergência em Mianmar

As graves inundações no país danificaram a infraestrutura essencial no país, prejudicaram terras e destruíram casa. Os aparelhos enviados ajudarão na fase de resgate e coordenação dos esforços humanitários.

Crianças em Mianmar esperando durante a distribuição de utensílios domésticos para as pessoas afetadas pelo ciclone Komen, em Ka Ye Nyaing, no estado de Rakhine. Foto: ACNUR/L. Isla Rodriguez

Crianças em Mianmar esperando durante a distribuição de utensílios domésticos para as pessoas afetadas pelo ciclone Komen, em Ka Ye Nyaing, no estado de Rakhine. Foto: ACNUR/L. Isla Rodriguez

A União Internacional de Telecomunicações (UIT) despachou equipamentos de telecomunicações de emergência para Mianmar após as graves inundações que resultaram em muitas mortes e submergiu mais de 200 mil hectares de terras agrícolas, danificando infraestruturas essenciais e milhares de casas.

O equipamento de emergência enviado pela UIT inclui telefones via satélite Iridium, terminais de satélite banda larga Inmarsat, acessórios e laptops para apoiar os esforços de resgate e de coordenação de esforços humanitários, informou a agência nesta terça-feira (18).

“As tecnologias da informação e comunicação (TICs) desempenham um papel fundamental quando desastres acontecem”, disse o diretor-geral dos Correios e Departamento de Telecomunicações do Ministério de Comunicações e Tecnologia de Informação, Soe Tein. “Sem comunicação não podemos apoiar as necessidades prioritárias das populações afetadas”.

De acordo com o Escritório das Nações Unidas de Coordenação de Assuntos Humanitários (OCHA), até o dia 17 de agosto mais de 1.152.490 de pessoas foram afetadas, 103 pessoas morreram e mais de 15 mil casas foram destruídas.


Comente

comentários