ONU inaugura academia anticorrupção

Uma academia anticorrupção copatrocinada pelas Nações Unidas abriu na Áustria ontem (2), com o objetivo de suprir a crescente necessidade mundial de treinamento, pesquisa e medidas contemporâneas e técnicas na luta contra a corrupção.

Academia Internacional Anticorrupção, em Laxenburg (Áustria). Foto: ONU.Uma academia anticorrupção copatrocinada pelas Nações Unidas abriu na Áustria ontem (2), com o objetivo de suprir a crescente necessidade mundial de treinamento, pesquisa e medidas contemporâneas e técnicas na luta contra a corrupção.

A Academia Internacional Anticorrupção (IACA), com sede em Laxenburg, pretende educar os setores público e privado, e especialistas em corrupção, de forma mais eficaz e implementando a Convenção das Nações Unidas contra a Corrupção.

A Convenção, que entrou em vigor em dezembro de 2005, é o primeiro instrumento mundial anticorrupção que exige que os signatários implementem um vasto leque de medidas em questões como o cumprimento da lei, a recuperação da posse e a cooperação internacional nesta área.

O Secretário-Geral da ONU, Ban Ki-moon, disse durante a inauguração que a fundação da Academia representa um “marco” nos esforços globais para combater a corrupção. “Muitas vezes no passado a corrupção foi percebida como um fato da vida”, afirmou. “Por vezes, as pessoas simplesmente se resignaram a ela. Raramente casos de corrupção foram à julgamento. Hoje, as atitudes estão mudando. Em todo o mundo, a intolerância à corrupção está crescendo”.

O Chefe da Seção sobre Corrupção e Crimes Econômicos do Escritório das Nações Unidas contra Drogas e Crime (UNODC), Dimitri Vlassis, disse que o comparecimento de Ban Ki-moon à inauguração da Academia “vai além do simbolismo. Sua presença também é testemunho do compromisso do próprio Secretário-Geral com a agenda anticorrupção e transparência. É uma mensagem que não deve ser ignorada”.

A Academia é resultado da colaboração entre o UNODC, a Áustria e o Organismo Europeu de Luta Antifraude (OLAF). A instituição será formalmente uma organização internacional em 2011.