ONU homenageia Arcebispo Desmond Tutu por suas contribuições aos direitos humanos

Tutu receberá o prêmio UNESCO/Bilbao no dia 10 de dezembro por sua ajuda a ONU e seu ativo papel na democracia da África do Sul.

Desmond Tutu será homenageado pela ONU por sua contribuição aos direitos humanos.

Ativista e vencedor do Prêmio Nobel da Paz, o Arcebispo emérito sul-africano Desmond Tutu será homenageado  por sua contribuição mundial aos direitos humanos, anunciou hoje a Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO). O Arcebispo receberá o Prêmio UNESCO/Bilbao por seu papel ativo tanto na construção de uma África do Sul democrática e não racista quanto na presidência da Comissão de Verdade e Reconciliação do mesmo país, além de sua ajuda ao trabalho da ONU em várias questões humanitárias.

Tutu será premiado oficialmente no dia 10 de dezembro, Dia dos Direitos Humanos, pela Diretora-Geral da UNESCO, Irina Bokova, na sede da agência em Paris. O prêmio UNESCO/Bilbao é outorgado de dois em dois anos e busca homenagear esforços em prol da cultura dos direitos humanos. O evento é financiado através de  uma doação da cidade espanhola Bilbao, e  oferece 30 mil dólares, um diploma e um troféu de bronze projetado pelo artista japonês Toshimi Ishii. O prêmio foi concedido pela primeira vez em 2008 para o francês Stéphane Hessel, defensor de causas humanitárias.