ONU: Fórum Global de Nutrição Infantil recomenda adoção de programas nacionais de alimentação escolar

O comunicado é uma importante ferramenta de sensibilização do Fórum, que provê orientações para os países participantes avançarem no desenho e implementação de programas sustentáveis de alimentação escolar.

O documento foi endossado pelos 32 países participantes. Foto: PMA/Isadora Ferreira

O documento foi endossado pelos 32 países participantes. Foto: PMA/Isadora Ferreira

Programas de alimentação escolar são uma ferramenta importante para assegurar o direito à alimentação, contribuir para o desenvolvimento de capital humano nos países, fortalecer agricultores familiares e economias locais. Estas são as principais conclusões do comunicado divulgado pelos participantes do Fórum global de Nutrição Infantil, evento coorganizado pelo Centro de Excelência contra a Fome do Programa Mundial de Alimentos (PMA).

Todos os anos, o encontro divulga um comunicado oficial com considerações e recomendações acordadas por todos os participantes. O comunicado é uma importante ferramenta de sensibilização do Fórum, que provê orientações para os países participantes avançarem no desenho e implementação de programas sustentáveis de alimentação escolar.

Disponível em inglês, francês e português no site do Centro, o comunicado ressalta também que a abordagem multissetorial, a boa governança e a prestação de contas são fundamentais para a efetividade de programas de alimentação escolar. O documento recomenda que todos os governos garantam marcos legais e institucionais para a implementação de programas sustentáveis de alimentação escolar, inclusive linhas orçamentárias específicas e encoraja a participação da sociedade civil na mobilização de recursos e na implementação dos programas.

Este ano, o GCNF reuniu 250 participantes de 42 países entre 28 de setembro e 02 de outubro em Cabo Verde. Liderado pela consultora do Centro de Excelência, Nadia Goodman, um grupo de 20 pessoas resumiu as principais discussões e conclusões do Fórum em duas páginas, que foi apresentado à plenária do evento no último dia para aprovação e divulgado como comunicado.

Veja aqui o comunicado.