ONU enviará missão para investigar situação de usina nuclear no Japão

A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) anunciou (17/05) que enviará uma equipe de especialistas internacionais em uma missão de estudo ao Japão para avaliar a segurança nuclear após os danos causados ​​pelos devastadores terremoto e tsunami de março.

A Agência Internacional de Energia Atômica (AIEA) anunciou (17/05) que enviará uma equipe de especialistas internacionais em uma missão de estudo ao Japão para avaliar a segurança nuclear após os danos causados ​​pelos devastadores terremoto e tsunami de março. A missão, que visitará o Japão entre 24 de maio e 2 de junho, será composta por cerca de 20 peritos da agência e da comunidade internacional.

O inspetor-chefe de instalações nucleares no Reino Unido, Mike Weightman, presidirá a equipe, que apresentará um relatório à Conferência Ministerial sobre Segurança Nuclear, organizada pela AIEA e prevista para começar em Viena no dia 20 de junho.

No Japão, a equipe de especialistas visitará a usina nuclear de Fukushima Daiichi, que sofreu graves danos no desastre de 11 de março, além de outros locais não especificados. Os especialistas serão encarregados de fazer uma avaliação preliminar das questões de segurança relacionadas com o acidente de Fukushima Daiichi e identificar áreas que necessitam de maior pesquisa ou avaliação, com base em normas de segurança da AIEA.

A agência disse que os especialistas também compartilharão seus conhecimentos com seus homólogos japoneses e ouvirão as lições aprendidas como resultado do acidente. No início deste mês, um funcionário da AIEA disse que a situação em Fukushima Daiichi, que vem emitindo contaminação radiativa no meio ambiente, “continua muito grave.”