ONU elogia parceria entre Canadá, México e EUA para combater mudanças climáticas

Os países anunciaram a parceria “Clima da América do Norte, Energia Limpa e Parceria Ambiental”, que visa a expandir em 50% a geração de energia limpa até 2025 e reduzir o risco de desastres.

Os três países têm como objetivo eliminar progressivamente os subsídios aos combustíveis fósseis até 2020, bem como reduzir as emissões de carbono e proibir o uso de hidrofluorocarbonetos. Foto: FAO

Os três países têm como objetivo eliminar progressivamente subsídios aos combustíveis fósseis até 2020, bem como reduzir emissões de carbono e proibir uso de hidrofluorocarbonetos. Foto: FAO

O chefe do Escritório das Nações Unidas para a Redução do Risco de Desastres (UNISDR), Robert Glasser, cumprimentou na segunda-feira (4) o novo compromisso ambiental anunciado por Canadá, México e Estados Unidos.

Trata-se do programa “Clima da América do Norte, Energia Limpa e Parceria Ambiental”, que visa a expandir em 50% a geração de energia limpa até 2025 e reduzir o risco de desastres.

Por meio da parceria, os três países têm como objetivo eliminar progressivamente os subsídios aos combustíveis fósseis até 2020, bem como reduzir as emissões de carbono e proibir o uso de hidrofluorocarbonetos.

“A nova parceria é um grande avanço. Aumenta a expectativa de que ainda é possível manter o aumento da temperatura global abaixo de 2 graus Celsius, conforme previsto no Acordo de Paris sobre o clima”, disse Glasser, em comunicado à imprensa.

“Esse anúncio é um compromisso político sério para reduzir o risco de futuros eventos climáticos extremos”, completou.