ONU e OAB promovem seminário sobre zika e direito à saúde reprodutiva em PE

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

O Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e a comissão da mulher da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PE) promovem na próxima segunda-feira (10), em Recife, o seminário “Mais Direitos, Menos Zika”.

mais_zikaO Fundo de População das Nações Unidas (UNFPA) e a comissão da mulher da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-PE) promovem na próxima segunda-feira (10), em Recife, o seminário “Mais Direitos, Menos Zika”.

O evento tem como objetivo discutir direitos sexuais e reprodutivos de mulheres, adolescentes e jovens no contexto do surto de vírus zika, incluindo o direito de acesso à informação correta e aos métodos contraceptivos.

O seminário reunirá operadores do direito, governo, sociedade civil organizada e o movimento de mulheres afetadas pelo vírus, incluindo mães de crianças com microcefalia e outras doenças e agravos da síndrome congênita ligada ao zika.

Além da equipe do UNFPA, a programação terá a participação de representantes dos Poderes Executivo e Legislativo. Da OAB-PE, estarão presentes representantes das comissões da mulher, da saúde, das pessoas com deficiência e da educação.

O “Mais Direitos, Menos Zika” também pretende abordar necessidades, demandas e expectativas de mulheres e famílias diretamente afetadas pelo surto, assim como o agravamento da vulnerabilidade das mulheres negras, por exemplo.

Serviço

Data: Segunda-feira, 10 outubro de 2016.
Hora: Das 9h às 13h.
Local: Auditório da OAB/PE, Recife, Pernambuco.
Endereço: Rua do Imperador D. Pedro II, nº 235, Santo Antônio, Recife.


Mais notícias de:

Comente

comentários