ONU e governo da Suécia convidam brasileiros a participar de campanha de fotos sobre paternidade

AUMENTAR LETRA DIMINUIR LETRA

Inspirados pela exposição “Pais Suecos”, do fotógrafo Johan Bävman, a campanha da ONU ElesPorElas e a Embaixada da Suécia no Brasil convidam pais brasileiros a compartilhar fotografias que retratem a relação com seus filhos. Iniciativa, chamada “Pais Brasileiros”, quer estimular discussões sobre a divisão entre homens e mulheres das responsabilidades pela criação das crianças.

Imagem da mostra 'Pais Suecos', de Johan Bävman. Foto: Johan Bävman

Imagem da mostra ‘Pais Suecos’, de Johan Bävman. Foto: Johan Bävman

Inspiradas pela exposição “Pais Suecos”, do fotógrafo Johan Bävman, a campanha da ONU ElesPorElas e a Embaixada da Suécia no Brasil convidam pais brasileiros a compartilhar fotografias que retratem a relação com seus filhos. Iniciativa, chamada “Pais Brasileiros”, quer estimular discussões sobre a divisão entre homens e mulheres das responsabilidades pelas crianças. Prazo para participar é 31 de agosto.

A ONU Mulheres — agência das Nações Unidas que promove a campanha ElesPorElas — lembra que a ideia de que o pai é somente um provedor para seus filhos vem sendo cada vez mais questionada por homens que querem mudar estereótipos tradicionais associados à paternidade.

Essa nova realidade foi abordada pelo artista Johan Bävman numa mostra fotográfica que apresenta homens suecos com seus filhos e filhas em situações do cotidiano. A obra aborda a importância da participação dos pais no cuidado e na criação de crianças. Conheça o trabalho clicando aqui.

Para estimular o debate sobre a paternidade em terras brasileiras, a ElesPorEleas se uniu à missão diplomática da Suécia para chamar pais do Brasil a contar suas histórias e compartilhar uma imagem que traduza os vínculos entre eles e seus filhos. Crianças que aparecerem nas fotografias deverão ter até 12 anos de idade.

Serão selecionadas dez fotos. As imagens escolhidas vão ser impressas em um livreto que será distribuído na montagem da exposição “Pais Suecos” em diferentes cidades brasileiras. Registros também serão exibidos em eventos e vão fazer parte de materiais de divulgação e comunicação da Embaixada e da ONU. O Instituto Sueco também terá os direitos das fotos e textos da campanha “Pais Brasileiros” para usar em sites e em materiais de impressão.

Veja as instruções de participação abaixo:

Como participar:

  • Explicar com 150 palavras o que significa ser pai para você e a relação entre você e seu (sua) filho (a)(s);
  • Enviar o texto junto com sua foto em alta resolução para o e-mail ambassaden.brasilia@gov.se. Escrever “Pais Brasileiros” como assunto no seu e-mail;
  • A última data para enviar sua contribuição é 31 de agosto de 2017. Contribuições depois dessa data não serão consideradas;
  • No corpo do e-mail, escrever:
    Nome completo:
    E-mail:
    Celular/ telefone:
    Endereço:
    Cidade:
    Estado:
  • Publicar sua foto no Facebook e/ou Instagram usando a hashtag #PaisBrasileiros e marcar as páginas da Embaixada da Suécia (@SwedeninBrazil) e da iniciativa ElesPorElas (@ElesPorElasHeforShe) no seu post.

Critérios

  • O participante deve ser cidadão brasileiro morando no Brasil;
  • O(a) filho(a) com o pai na foto deverá ser uma criança de até 12 anos de idade;
  • O participante tem de possuir os direitos autorais do texto e das imagens enviadas. A Embaixada da Suécia e a ONU Mulheres não se responsabilizam por qualquer violação dos direitos autorais das contribuições. Se houver alguma irregularidade com os direitos autorais do participante e das personagens da foto, a Embaixada da Suécia e a ONU Mulheres reservam-se o direito de desclassificar o participante;
  • Cada participante pode enviar, no máximo, três fotos (mínimo 5000 pixels de largura ou horizontal) para que somente uma seja selecionada. Se o participante decidir enviar mais de uma foto, tem de ser o mesmo sujeito em todas elas.

Seleção

O júri, composto por representantes da Embaixada da Suécia em Brasília e pelo Instituto Sueco em Estocolmo, selecionará dez imagens a partir das contribuições recebidas, de acordo com os seguintes critérios:

  • A imagem mostra o pai em uma situação na vida real que contesta os estereótipos tradicionais de gênero, visando à igualdade de gênero;
  • A imagem mostra uma relação de amor entre pai e filho(a)(s), transmitindo a importância da participação do pai na criação dele(a)(s).

Membros do Comitê Organizador, do júri ou da Embaixada da Suécia não poderão participar da campanha.


Mais notícias de:

Comente

comentários