ONU e Comitê Olímpico Internacional unem forças para combater a COVID-19

No dia 23 de junho, data em que se celebra o Dia Olímpico, o Comitê Olímpico Internacional (COI), a Organização Mundial da Saúde (OMS) e as Nações Unidas lançaram uma parceria para incentivar pessoas e comunidades ao redor do mundo a se unirem por meio da campanha #HEALTHYTogether. Os três parceiros e diversos atletas olímpicos destacarão a colaboração global necessária para manter-se saudável e reduzir a propagação e o impacto da COVID-19.

Os atletas olímpicos ajudarão a divulgar informações importantes sobre saúde pública, inspirando as pessoas a adotarem ou manterem comportamentos que reduzirão a pandemia e fornecerão informações que promovam a saúde física e mental. A parceria começou nesta terça-feira (23) com atletas olímpicos de todo o mundo, apresentando exercícios para estimular as pessoas manterem-se saudáveis durante esse período.

Foto: Comitê Olímpico Internacional (COI), Organização Mundial da Saúde (OMS) e Nações Unidas.

No dia 23 de junho, data em que se celebra o Dia Olímpico, o Comitê Olímpico Internacional (COI), a Organização Mundial da Saúde (OMS) e as Nações Unidas lançaram uma parceria para incentivar pessoas e comunidades ao redor do mundo a se unirem por meio da campanha #HEALTHYTogether. Os três parceiros e diversos atletas olímpicos destacarão a colaboração global necessária para manter-se saudável e reduzir a propagação e o impacto da COVID-19.

Os atletas olímpicos ajudarão a divulgar informações importantes sobre saúde pública, inspirando as pessoas a adotarem ou manterem comportamentos que reduzirão a pandemia e fornecerão informações que promovam a saúde física e mental. A parceria começou nesta terça-feira (23) com atletas olímpicos de todo o mundo, apresentando exercícios para estimular as pessoas manterem-se saudáveis durante esse período.

Uma pesquisa feita pela OMS revelou que muitas pessoas que apresentaram a forma grave da COVID-19 já estavam vivendo com ou em risco de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT). Os resultados enfatizam a importância de manter um estilo de vida saudável, incluindo atividade física, uma dieta saudável e evitar tabaco e álcool.

“Temos o prazer de fazer essa parceria com o Comitê Olímpico Internacional para divulgar importantes mensagens de saúde que salvarão vidas. Os atletas olímpicos nos ajudarão a defender populações mais saudáveis para garantir que as pessoas sejam tão resistentes quanto nossos sistemas de saúde devem ser para combater a COVID-19”, disse o diretor-geral da OMS, Tedros Adhanom Ghebreyesus.

Nos últimos seis meses, a pandemia da COVID-19 afetou todo o globo e todos os aspectos da vida das pessoas. O mundo está procurando instituições globais para trabalhar em conjunto e líderes para fornecer informações a partir de fontes confiáveis. Atletas olímpicos são símbolos de força que podem atuar como mensageiros confiáveis para essas informações.

O presidente do COI, Thomas Bach, afirmou que o esporte pode salvar vidas. “Nos últimos meses, vimos a importância do esporte e da atividade física para a saúde e o bem-estar. E trabalhando em conjunto com a OMS e as Nações Unidas, podemos dar outro passo juntos. Pediremos aos nossos atletas olímpicos que ajudem a compartilhar as informações e as melhores práticas que o mundo precisa agora”.

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, acrescentou: “Durante este período de desafios e mudanças sem precedentes – da pandemia da COVID-19 à luta contínua pela justiça racial e social, à crise climática – nunca houve uma maior necessidade de solidariedade e esperança globais. O movimento olímpico e seus atletas sempre trouxeram o melhor da humanidade e as Nações Unidas têm o prazer de trabalhar com o Comitê Olímpico Internacional e a Organização Mundial da Saúde, convidando as pessoas de todos os lugares a se unirem e estarem saudáveis juntos”.

A parceria global atuará localmente, por meio das vozes dos atletas olímpicos que simbolizam perseverança, dedicação e resistência – qualidades que todos os indivíduos precisam durante esse desafio de saúde pública. A OMS trabalhará com os atletas para levar mensagens de saúde personalizadas para as pessoas que vivem vários estágios da pandemia por meio das plataformas digitais.

À medida que a COVID-19 força mudanças nas rotinas e vidas diárias – desde a forma de interagir com os outros à maneira de mover-se e exercitar-se – é fundamental prestar atenção à saúde mental e física de todos e ajudar as pessoas que possam precisar de apoio extra. O objetivo desta parceria é trabalhar juntos para que todos se mantenham saudáveis juntos.

Para obter mais informações, visite https://www.who.int/campaigns/connecting-the-world-to-combat-coronavirus/healthytogether