ONU e COI assinam acordo para promover o esporte como ferramenta do desenvolvimento e da paz

“O esporte tem o grande poder de unir as pessoas”, disse Ban após a assinatura do documento com a presença do chefe do Comitê Olímpico Internacional (COI), Thomas Bach.

Foto: ONU/Eskinder Debebe

Para promover o papel do esporte como agente do desenvolvimento e a paz, o secretário-geral da ONU, Ban Ki-moon, e o chefe do Comitê Olímpico Internacional (COI),Thomas Bach, assinaram nesta segunda-feira (28) um acordo de cooperação entre as duas entidades.

“O esporte tem o grande poder de unir as pessoas”, disse Ban após a assinatura do documento na sede das Nações Unidas em Nova York.

Na cerimônia, que contou com a presença do biatleta norueguês, Ole Einar Bjørndalen, e do vencedor da maratona de Boston, Meb Keflezighi, Ban agradeceu ao COI e ao movimento olímpico em geral por serem “parceiros da Organização das Nações Unidas”.

O secretário-geral também anunciou a nomeação do o ex-presidente do COI — atualmente seu presidente honorário — Jacques Rogge, como seu Enviado Especial para os Jovens Refugiados e o Esporte.

Ex-atleta olímpico, Rogge vai ajudar a promover o esporte como uma ferramenta de capacitação para jovens refugiados para a paz, a reconciliação, a segurança, a saúde, a educação, a igualdade de gênero e na construção de uma sociedade mais inclusiva.