ONU diz que epidemia de cólera no Haiti está diminuindo

Dados divulgados nesta sexta-feira sugerem que o índice de mortalidade baixou 2%; doença já matou mais de 4,5 mil pessoas.

Dados divulgados nesta sexta-feira sugerem que o índice de mortalidade baixou 2%; doença já matou mais de 4,5 mil pessoas.

Mônica Villela Grayley, da Rádio ONU em Nova York.*

O Escritório de Assistência Humanitária das Nações Unidas, Ocha, informou que os níveis de infecção do cólera no Haiti estão diminuindo.

Desde o surgimento do surto, em outubro passado, a doença já matou 4549 pessoas no país. Dados divulgados nesta sexta-feira sugerem que o índice de mortalidade foi reduzido em 2%.

Novos Surtos

De acordo com o Ocha, uma das maiores preocupações das agências humanitárias é assegurar o tratamento de moradores de áreas remotas.

No total, mais de 231 mil pessoas foram contaminadas com a doença.

Junto com o governo haitiano, especialistas da Organização Mundial da Saúde, OMS, continuam na ilha caribenha para executar estratégias de contenção de novos surtos de cólera.

Uma das medidas é o estabelecimento de centros de tratamento em todos os postos de saúde primária. O plano também inclui treinamento de pessoal de saúde local.

Até o momento, o apelo para financiar a resposta ao surto de cólera no Haiti recebeu menos da metade da quantia pedida.

*Apresentação: Leda Letra, da Rádio ONU em Nova York.

Clique aqui para ouvir a matéria.