ONU discute implementar programa para reduzir criminalidade no Paraguai

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) no Brasil, em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), implementa no Rio Grande do Sul e no Paraná programas para prevenir e reduzir os índices de criminalidade por meio de evidências científicas.

Agora, há discussões para a adoção dessas iniciativas no Paraguai. Segundo o UNODC, a implementação do programa no país vizinho poderá contribuir para o enfrentamento dos elevados índices de violência, canalizando esforços em atividades de prevenção, controle e investigação de crimes.

Foto: ONU/Martine Perret

Foto: ONU/Martine Perret

O Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC) no Brasil, em parceria com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), implementa no Rio Grande do Sul e no Paraná programas para prevenir e reduzir os índices de criminalidade por meio de evidências científicas.

Agora, há discussões para a adoção dessas iniciativas no Paraguai. Segundo o UNODC, a implementação do programa no país vizinho poderá contribuir para o enfrentamento dos elevados índices de violência, canalizando esforços em atividades de prevenção, controle e investigação de crimes.

Oficiais do UNODC visitaram esta semana o Observatório Nacional de Segurança e Convivência Cidadã do Ministério do Interior paraguaio. A intenção foi conhecer o plano de fortalecimento da qualidade da informação do órgão na adaptação às normas internacionais das Nações Unidas.

A diretora do Observatório, Leticia Bravard, fez uma apresentação sobre as funções e os produtos gerados que permitem a segmentação e o monitoramento do comportamento de atos puníveis e a definição de políticas públicas.

Na ocasião, Eduardo Pazinato, analista de programa do UNODC, falou sobre a contribuição do escritório e das parcerias para a prevenção do crime e da violência urbana no Brasil.

Ele enfatizou a importância do trabalho dos observatórios no registro e na análise de informação, por meio do uso de software e estatísticas utilizadas no nível global e do seu interesse em trocar experiências dos projetos implementados nos dois países.

Ao final da exposição, oficiais do UNODC realizaram uma reunião com o ministro do Interior paraguaio, Juan Ernesto Villamayor.